+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

Estamos vivendo desde a última semana, o período do calendário cristão chamado de advento. Advento significa chegada, vinda. Na perspectiva cristã, o advento é a expectativa da celebração da vinda de Jesus, a natividade de Cristo. Este período é celebrado de diferentes maneiras em diferentes tradições e com muita diversidade, mas todos apontam para a celebração da natividade de Jesus Cristo.
O que me chama a atenção é a maneira que a secularização tem chegado à sociedade dita cristã, que , ano após ano, vem se afastando da celebração das festas cristãs, ou pelo menos do verdadeiro significado delas. Isso vem acontecendo desde a Páscoa até o natal.
Visite qualquer shopping center em sua cidade e sinta-se privilegiado se neles você encontrar qualquer referência ao natal como celebração do nascimento de Jesus Cristo. Criaram um outro natal, celebram outra festa e o que resta é um pouco do espírito de paz porque de fato as pessoas mudam nesse período do ano. Um sorriso é entregue com mais facilidade, o socorro a um necessitado é quase que compulsório, confraternizar uma obrigação, homenagens e outras atitudes são comuns e atribuo isso ao ainda “espírito do natal” que resta nas pessoas e paira no ar.
Mas a festa esta paganizada, celebrasse um natal sem Jesus Cristo e continua me impressionando como podemos celebrar uma festa sem qualquer referência ao homenageado.
Estive em dois shopping centers aqui no Grande Recife, em nenhum deles pude ver qualquer referência ao nascimento de Cristo, vi casas de duendes, fabrica de brinquedos, neve de isopor, fantasminha, piu piu, mas insistentemente procurei uma manjedoura, um presépio e não pude perceber.
Fui informado que em outro Shopping, o Plaza, em casa forte bairro da zona norte do Recife o tema deste natal é nada mais nada menos que o PINÓQUIO… sim, ele mesmo o garotinho de madeira que ao mentir tinha seu nariz crescido, lembra dele? Este é o tema do natal desta organização.
A cristandade vai perdendo espaço para uma “nova era” de sincretismos, paganizações, misturas e artifícios, Para uma “ nova consciência” um “ novo despertar” algo estranho que com um cinismo impressionante se apodera de tudo que Deus nos deu e transforma seu sentido, muda seu propósito inverte sua mensagem.
Eu continuo com o mesmo propósito e chamo você a se insurgir contra isso. Como? Comentando os absurdos, falando do verdadeiro sentido e celebrando verdadeiramente a natividade do Senhor. Talvez lhe achem estranho assim como um dia perguntei a um conhecido meu “ O que é a Páscoa?” e ele demorou a responder e quando abriu sua boca apenas disse: “ Páscoa é amor, é confraternização, é amizade.. e blá blá blá”
É possível que você escute muito blá blá blá, mas que isso não lhe desanime… siga fazendo a pergunta : O que estamos celebrando nesse período ?
ABOUT THE AUTHOR
admix