+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

Hoje é um domingo típico de Janeiro aqui no Nordeste Brasileiro, Pernambuco, mais precisamente. Estou entrando na fase final de minhas abençoadas férias. Emergindo para voltar as poucos às minhas atividades. Mas simplesmente não posso deixar de estar atento ao que acontece em volta de mim, no círculo mais próximo acontece toda a tranquilidade deste lugar bucólico que é o pontal de maracaipe, próximo à bela e desestruturada praia de Porto de Galinhas. Aqui estou com família e amigos, aqui me divirto, repouso, leio… aqui eu escrevo, penso, oro… aqui eu passeio de caiaque no rio e mergulho no mar azul, … Aqui recebo essa brisa que agora sopra sobre meu corpo que se estende em uma rede e aqui eu me reabasteço, para mais um ano que esta diante de mim com muitos desafios e responsabilidades. Mas isso tudo, acontece aqui… lá fora, o mundo continua girando e mesmo sem TV, leio revistas e algum jornal que me mostram que lá fora o mundo está girando mesmo e parece não ter mudado absolutamente seu compasso.
Não me tenham por ingênuo, sequer imaginem que não conheço o jogo de poder por traz da imprensa brasileira, assino revistas, mas mantenho minha visão critica.. sei que a revista que assino é comprometida com determinados setores, o jornal quer recebo em minha porta da mesma forma representa um setor político e assim por diante. Mas não tenho expectativa e sequer esperança em uma visão purista e isenta de interesses, meus cabelos brancos e as marcas de meu corpo representam uma vida de certa forma já experimentada.
Mas não dá para deixar de estar atento aos absurdos e as propostas que o governo brasileiro tem tentado a todo custo implementar em nossa nação. Já comentei aqui sobre o Programa Nacional de Direitos Humanos lançado pelo presidente ( sem ler, hehe, eu acredito, qual o próximo ato desse teatro brasiliense?) que entre outras propostas tenta impor censura, editar uma politica de referendos, vide Venezuela, e rever inúmeros artigos da constituição e reabrir a discussão sobre a policia da ditadura, a repressão e a tortura.
Ora, quem me conhece sabe o repúdio que tenho ao período da ditadura militar brasileira a partir de 1964, abomino tudo que vivemos, não apoio seus líderes, não me esqueço desses homens e mulheres que mancharam a história brasileira. Quando entrei na universidade ainda me deparei com a ação ridícula de tanques de guerra dentro do Campus para reprimir manifestações de quem tinha apenas uma arma, a indignação com a desumanidade daquele regime de trogloditas que cerceava a liberdade em todos os níveis.
Mas o PT e seus xiitas , deveriam rejeitar também suas alianças espúrias, seu ombro a ombro com quem participou diretamente desse terrível período que vivemos. Os Sócios da ditadura estão hoje do lado do PT e do Presidente Lula e alguns são seus conselheiros. Quanta incoerência!
O Sr. Paulo Vannuchi quer entrar na história pelas portas dos fundos, ex membro da Aliança libertadora Nacional, que praticava atos e ações terroristas quer reabrir os processos. Sou contra essa abertura, não por partilhar do que houve, mas por entender que essa virada de mesa distrata todo o processo que tornou possível a abertura política no Brasil sem derramamento de sangue, o processo do perdão mútuo.
Graças a Deus tenho uma boa memória e ainda mais , tento guardar bem claro nela tudo que preciso para manter minha coerëncia e me afastar das concessões constantemente feitas no dia a dia dessa sociedade. Tenho uma cópia do livro BRASIL NUNCA MAIS, e creio ser ele o mais fiél relato desse triste período vivido por nossa pátria, mas entendo mesmo que já viramos essa página de nossa história.
Se guardarmos bem a nossa memória, não teremos ao nosso lado e nos assessorando, quem foi partícipe de tudo aquilo, não faremos concessões, não faremos as alianças espúrias, não andaremos lado a lado, não defenderemos seus interesses ou ajudaremos a eleger, não aceitaremos como base aliada…
Mas, se por acaso abrirem os arquivos com o apoio do congresso, que abram , julguem e punam todos os lados e nesse caso o Sr Paulo Vannuchi , também será julgado pelos atos que apoiou, ou participou direta ou indiretamente.
Como cristão que sou, creio que , conscientemente precisamos virar essa página e seguir adiante. Mas essa mania do governo brasileiro liderado pelo presidente Lula, Tarso Genro, Vannuchi e Frankilin Martins de imitar o ditador Chaves ainda pode nos levar a maus lençóis.
ABOUT THE AUTHOR
admix