+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

Quando pessoas pensam e defendem seus pontos de vista nada deve ser reprimido em termos de forma de expressão. A livre expressão é um direito de todos. No entanto, as medidas precisam ser as mesmas para todos os casos.

O que se considera homofobia, agressão contra os homossexuais, e de fato é, deve ser banido da sociedade. Cada qual tem o direito de ser e pensar como quiser desde que seja sua posição pessoal sem tentar impor nada a quem quer que seja. No entanto, é também agressão à família heterogênea, ao conceito de fidelidade familiar, defendida pela extrema maioria da população seja de maneira pública ou privada, quando se promove o adultério, a promiscuidade e se vulgariza o conceito de família e de espiritualidade cristã, que é o caso a que me refiro.   

Na realidade, acho desnecessário colocar outdoors pela cidade dizendo que o homosexualismo é pecado, porque teria que colocar outdoors espalhados sobre tudo que é pecado e não haveria  terrenos disponíveis para tal iniciativa. Não é assim que pregamos o evangelho, não é sendo contra e sim sendo a favor daquilo que Deus é a favor.

Da mesma forma é uma agressão e um ato desmedido colocar outdoors que motivam as pessoas a serem promiscuas, adulteras usando inclusive a imagem do Cristo e fazendo pouco do conceito de perdão defendido pelas Sagradas Escrituras. Neste caso, o outdoor taxado de homofóbico foi sensurado, mas os demais estão expostos em Recife e em outras cidades Brasileiras.

A sociedade, que de maneira hipócrita se diz politicamente correta não se manifestou contra o segundo caso, mas fez um grande tumultuo em torno do primeiro. Volto a dizer, ambos desnecessários em meu ponto de vista.  Isso pode nos mostrar que os pesos e as medidas são diferentes e a justiça, não é tão cega assim quando é dirigida por seres humanos.

ABOUT THE AUTHOR
admix