+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com


TEMPO DE PREPARAÇÃO
A primeira parte de nossa campanha de crescimento espiritual “40 dias de Escuta” é um momento de preparação para os demais dias onde estaremos estudando, refletindo e escutando  o que Deus nos diz no evangelho de Marcos e nas 1ª e  2ª. Cartas de Paulo aos Coríntios. Serão quatro dias de preparação até o próximo sábado.Essa primeira parte nos levará a meditar na verdade do evangelho e em nossas vidas como instrumentos dessa verdade. Aplique-se à leitura dos devocionais e esteja pronto pois Deus estará falando e cabe a nós estarmos escutando.
RESUMO DO DIA 1o   4a feira 13 de Fevereiro de 2013 
       Mt 6:1-6, 16:21 ;2 Co 5:20b-6.10

Fé verdadeira, vida verdadeira

O maior ato de fé acontece quando uma pessoa decide que não é Deus
Autor desconhecido

Estamos iniciando nossa caminhada dentro do que se chama “O Sermão do Monte” que compreende os capítulos 5 a 7 do evangelho de Mateus. Quando observado com cuidado se percebe que não há sequer um parágrafo neste texto que não seja uma ênfase no contraste entre uma vida piedosa a Cristo e uma vida que vive justamente o oposto. Jesus como que foge das multidões das cidades e se “retira” .
 A Mensagem do evangelho de hoje se alinha com a epístola de Paulo e segue na mesma direção, a de uma vida pia, santa e honrada para a glória de Deus e apenas para ele. Aqui vamos entrar no campo da sinceridade, da honestidade de uma fé que não está interessada em “se mostrar”, mas sim em mostrar a Glória de Deus. Para John Stott é uma demonstração da religião do cristão que deve se colocar como não hipócrita, mas real.
      O texto está nos mostrando o risco de exercermos uma justiça própria, e isso tem a ver com a maneira prática que exercemos nossa fé em termos de doação, oração e jejum. Tais práticas, recomendadas por Jesus, devem ser sinceras e discretas. Perceba que não é a atitude que Jesus condena, mas a motivação, essa sim ele repreende veementemente.
     Para nós é uma lembrança positiva que nos ajuda a lutar contra o reconhecimento público como primeira opção em nossas vidas e ministérios. Vivemos em tempos onde o que os outros falam às vezes ditam o nosso comportamento e no meio cristão, em momento algum estamos livres desta tentação. Não são poucos os casos de pessoas que vivem uma vida dupla, uma  fé fingida, que “ anunciam com trombetas o que doam”, pronunciam belas orações etimologicamente elaboradas e em tom elevado, “mudam a aparência do rosto” para assim receberem o galardão dos homens. Eu e você sabemos bem o quanto isso é verdade, mas nós não queremos viver assim. Queremos sim viver o que Jesus preconiza a saber, uma vida de intimidade com Deus, no silêncio de nossa alma, na sinceridade de nosso coração e na pureza de nossas intenções. Fuja de tudo que se afastar disso.

    Aqui, talvez mais do que em qualquer outra epístola se faz necessário essa exortação, tanto do evangelho quanto do próprio apóstolo. Se somos embaixadores, representamos alguém e tudo aquilo que esse alguém é. Assim não podemos “receber em vão a graça de Deus”, mas vivermos de acordo com ela  e tudo que ela traz em seu bojo tanto a misericórdia quanto a diligência. A Graça é gratuita, já disse alguém, mas não foi barata.

     O apóstolo vai concluir este texto com uma série de recomendações que ele mesmo coloca como contrário aos que tentam viver a graça em vão. Os substantivos aqui colocados, não são palavras jogadas em um texto por uma pena para completar a página de uma missiva, mas são fruto de um testemunho pessoal de quem nunca viveu a graça em vão.
        Os textos se casam e nos impulsionam a viver uma vida diferenciada, longe de fachadas, distante das máscaras tantas vezes usadas pelas nossas fraquezas, mas a enfrentar e viver o que a nossa fé determina. Talvez hoje você esteja vivendo uma realidade que se encaixe nesse contexto, não se desespere não se puna gratuitamente, não escute as vozes que vem das trevas tentando lhe culpar ou lhe impulsionar a uma solução qualquer que se distancie do que Jesus aprovaria. Apenas foque no coração de Deus, no seu infinito amor, olhe ao seu lado, perceba que muitos de seus irmãos na fé viveram situações semelhantes e conseguiram superar, que a história da fé cristã é escrita com lutas por aqueles que nada têm, mas possuem tudo. Você provavelmente é um desses, nada tem, mas lembre-se que você possui tudo, pois possui um coração que foi alvo da graça e do maior ato de amor que o universo jamais conheceu, Jesus.
Minha Oração
Senhor, esse será um tempo de escuta. Obrigado porque a tua Palavra fala ao meu coração. Que a minha vida, mesmo estando ainda distante do padrão que tu desejas, nunca deixe de ter a mira apontada para a tua excelente vontade e que a cada dia eu possa viver a realidade de uma intimidade contigo. Que meu atos mostrem o que a minha fé afirma, que o meu coração nunca se esqueça de que não tenho nada em mim mesmo, mas tenho tudo em ti. Nesse tempo de escuta, fala, eu estou ouvindo


Leia Mais

Na minha primeira juventude, já não sei mais em que juventude estou agora, eu pulei  carnavais. Na realidade nós nos preparávamos para esse período, sou do tempo que havia o corso no centro do Recife e os bailes dos clubes faziam o clímax da festa. Prévias eram “Carnaval em preto e branco” do cabanga iate Club e o “Mamãe quero voar” do clube de oficiais da aeronáutica. Olinda? Isso não fazia parte da agenda, carnaval de rua muito menos. Num segundo momento aconteceu.
Digo isso para que alguém não se antecipe e me julgue como sendo um daqueles que diz que o
livro não presta sem sequer ter lido o prefácio. Sim eu pulei intensamente alguns carnavais. Conheço bem mais do que o prefácio dessa festa.

Hoje eu PULO O CARNAVAL ( PULO_ do verbo pular, saltar por sobre ), sim desde o dia 21 de Dezembro de 1979, quando conheci a Cristo e por ele me apaixonei, pelas suas palavras decidi guiar a minha vida, pelo seu ensino decidi procurar viver, pela sua ética resolvi pautar a minha vida e assim por diante. Entendi que existe uma hierarquia nas coisas deste mundo e que elas devem estar relacionadas sempre com o mundo espiritual. Desde então passei a pensar da seguinte forma “ o que Jesus faria em meu lugar”  lembra do livro, filme, pulseira? Lembre então do evangelho : aquele que quiser vir após mim, negue a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. Por isso entendi que não deveria gostar daquilo que Jesus não gosta, amar o que ele não ama, estar onde ele não estaria, me deleitar naquilo que ele repudia. Por isso eu hoje PULO O CARNAVAL.

PULO O CARNAVAL  porque não acredito mais na festa como uma expressão apenas cultural. Não costumo demonizar a cultura, mas presto atenção para ver onde o demônio está misturado na cultura, isso eu faço. O carnaval é uma festa ambígua, não posso deixar de ver o lado cultural de tantas manifestações, do espírito do artista brasileiro. É indiscutível que a criatividade do povo não se esgota. Muitos vão se lembrar da história daquele folião que vinha no meio da multidão puxando uma coleira e gritando vem Bob vem Bob!  As pessoas abriam caminho com receio de um cachorro para depois perceberem que ele apenas puxava um “bob” de cabelo e outras iniciativas hilárias.
No entanto é inegável que o carnaval não se restringe a isso,  há muito perdeu a ênfase folclórica e deu vez a uma busca por algo mais, um extravazamento do ser que persegue uma satisfação qualquer e que em nome disso esquece qualquer limite e se entrega a tudo e a todos. Como em tudo, não podemos generalizar, mas não há como negar que essa é a ênfase da grande maioria, o que vem tornando a festa cada vez menos segura e cada vez mais um terreno fértil para o uso exagerado de bebidas, o consumo de drogas e a prática de uma sexualidade desenfreada. Como cristão, esse não é o meu lugar, não preciso disso, não estou em busca dessa alegria regada a prazeres da carne que depois retornam com a depressão da alma. Se você é um cristão(ã), saiba que esse não é o seu lugar.

PULO O CARNAVAL  porque existe na festa uma componente espiritual muito forte e verdadeira. Nunca duvide disso. Não seja ingênuo(a) em dizer que “ se para você esse não é o sentido, não me atinge” ledo engano. Ninguém passa por uma carvoaria de roupa branca e sai sem estar manchado de preto. O espírito que domina este mundo está intensamente presente nessa festa. A maior prova está na dedicação da festa. Em todos os cantos com diferentes aparatos e mascaras culturais esta festa é entregue ao deuses e orixás. Ano passado, o líder de um dos grupos “folclóricos” disse em entrevista, falando sobre a noite dos tambores silenciosos “ este é um momento de entrega, um momento religioso, essa festa é uma festa religiosa para nós, estamos entregando a festa ao orixás” entrevista ao jornal NE TV da rede globo de televisão. Se você é um cristão(ã) esse é o angulo que você precisa observar essa festa. Não há como participar disso tudo e não ser parte disso tudo. Essas coisas são inseparáveis.

PULO O CARNAVAL porque quando conheci a Cristo decidi pela Escritura que somente a Ele prestaria culto, que somente a ele meus lábios louvariam. Você também pensa assim? Pois bem, portanto preste atenção nas letras das musicas do carnaval, que por detrás de um ritmo alucinante , contagiante estão repletas de louvações a deuses afros, frases de abominação a Deus. Talvez alguém lembre de um dos mais novos blocos do carnaval de Recife se chama “Culto a Baco”, criado em 2007 o grito de “fé” desse bloco irreverente é: Eu não vou ao culto orar, eu vou ao culto a Baco! Ora Baco é o mitológico Deus do vinho e não precisa ir mais adiante para perceber que isso vai além de uma simples irreverência. Talvez isso seja difícil de entender para alguém que não conhece a Cristo e confessa essa fé, mas  você que sabe disso, pode facilmente perceber o que de fato está por detrás dessa festa. Nada mais contagiante do que os desfiles das escolas de samba, especialmente do Rio de Janeiro. Mas seria ingenuidade ou cegueira eletiva tentar omitir de nossas mentes que por detrás de tudo aquilo está uma componente espiritual muito intensa. Muitas das letras dos sambas enredos, além de passagens históricas fazem alusão e louvação a entidades do candomblé e de outras tendências religiosas espiritualistas. Não é novidade para ninguém que os líderes destes grupos são em sua maioria esmagadora devotos de “santos guerreiros”, filhos de “santo” e com suas histórias totalmente ligadas a estas práticas, trazendo assim para suas escolas a louvação a estas entidades, o que compromete a imparcialidade espiritual do movimento. Se você é um cristão(ã) pense nisso para formar a sua opinião e para informar a quem tem ainda dúvida.

PULO  O  CARNAVAL porque como cristão entendi que minha vida deve servir de exemplo em tudo e , em toda minha luta para fazer isso verdade, se inclui o meu comportamento, minha moderação e minha sabedoria. Não levantarei minhas mãos ao céus para dizer frases que não louvem a Deus e sim a falsos deuses, não terei prazer naquilo que não dá prazer ao meu Senhor, não é para mim alegria aquilo que entristece o coração de meu Deus.  A festa pode ser bonita, e em muitos casos é, mas o diabo se faz de cordeiro para iludir a muitos. Eu não serei um desses, meu entendimento mostra, minha razão testifica que essa festa e algo que não me diz respeito. Se você e um cristão(ã), está na hora de pensar em que tipo de exemplo você deseja ser.


PULO O CARNAVAL porque além de tudo isso e de muitas outras coisas que poderiam aqui ser colocadas quero ser alguém que faz diferença. Com estes exemplos e com a prática de um período de exageros e como citei extravasamentos do ser, esta festa se torna a cada dia e de fato a festa da carne e os cristãos, por não se sentirem motivados ao extravasamento da carne e sim a busca de um controle de seus impulsos carnais e a busca de uma vida limpa e pura diante de Deus devem se afastar desse momento e devem ensinar aos seus filhos que da mesma forma se afastem de tudo isso, toda a raiz está comprometida, as intenções estão maquiadas, e a espiritualidade pagã permeia toda a festa. Tenho dito que por detrás da mais simples fantasia de uma festividade infantil escolar nesse período, está uma intenção espiritual que reveste toda a festa. Não há como separar. Se incentivo meu filhinho a se fantasiar hoje e participar das festividades, não poderei me queixar que, quando jovem ou adulto ele deseje seguir adiante e se envolva na totalidade da festa, se expondo a estes riscos e à contaminação espiritual. O que a sabedoria de provérbios diz é que devemos ensinar a criança no caminho que ela deve andar e quando adulta não se desviará desse caminho!
Como Bispo e líder espiritual da Diocese de Recife e como Reitor da PAES quero dizer que essa é a nossa posição, essa a postura que espero de todos os cristãos que estejam sob minha cobertura espiritual tenham e que também se decidam por PULAR O CARNAVAL.

+Miguel Uchôa Cavalcanti
Bispo de Recife
Reitor da PAES
Leia Mais

Ao Povo e ao Clero da Diocese de Recife-Igreja Anglicana

“Percorram o acampamento e ordenem ao povo que prepare as provisões. Daqui a três dias vocês atravessarão o Jordão neste ponto, para entrar e tomar posse da terra que o Senhor, o seu Deus, lhes dá” (Js 1:11)
 
Escrevo a vocês como seu 4º Bispo Diocesano Eleito, mas, acima de tudo, como pastor que sou e amante da obra de Deus nesse mundo. Na minha carta-compromisso deixei bem clara as razões pelas quais coloquei meu nome à disposição da Diocese de Recife para essa eleição. O desejo da Igreja foi feito e agora é meu dever cumprir esse chamado de Deus para essa nova fase de minha vida e ministério. Mas, devo ressaltar, que o chamado não acontece apenas na minha vida. É um chamado para a nossa Diocese, para o povo, os clérigos(as), os líderes de todas as comunidades, para toda a Igreja de Cristo reunida nessa parcela imperfeita, mas muito desejosa de servir a Deus e de se alinhar com a Sua perfeita vontade, chamada de Diocese de Recife.
Tenho uma visão de Episcopado que se distancia muito do estilo monárquico medieval, ou de qualquer tipo de liderança que atue de maneira absoluta e vertical. Entendo que o Senhor inspirou o apóstolo Paulo para escrever aos efésios e dizer ao povo que os pastores estão aqui para equipar os santos, para que a obra de Deus seja feita, e essa é a nossa maior função. O Bispo é um Presbítero escolhido em seu meio para servir, treinar, ensinar, manter a visão, motivar a Igreja, guardar a doutrina, manter a Igreja no prumo da vontade de Deus. Assim tenho aprendido ser o ministério pastoral, e assim tenho procurado com todas as minhas limitações fazer.

Desde agora me coloco à disposição da Igreja-Diocese para ouvir e, para, dentro de todas as possibilidades, ajudar naquilo que estiver ao meu alcance, cada pessoa que deseje servir a Deus de uma maneira mais plena ou que deseje ouvir mais de mim, de minha vida, de meu ministério, dos meus objetivos e do que alguns chamam de meus “sonhos”.

Não acredito que exista um cristão que não sonhe conquistar o mundo para Cristo. Não acredito que exista alguém que, conhecendo a Cristo, não tenha essa preocupação. Por isso, como Bispo dessa Igreja, será sempre meu desejo procurar ajudar cada um a alcançar o seu potencial máximo. Nisso contem comigo sempre!

Todos sabemos que juntos caminhamos uma boa distância, vencemos grandes obstáculos, lutamos grandes batalhas. Pelo caminho foram ficando aqueles que não acreditaram na “Terra Prometida” da qual nosso saudoso Revmo. Bispo Robinson Cavalcanti tanto falava; alguns desistiram antes de tocar a planta dos pés nas águas e, assim, não viram o Jordão se abrir. Mas, vocês e eu, estamos vendo a “Terra Prometida”, e já colocamos nossos pés nas águas, elas estão se abrindo e já começamos a caminhada. Naturalmente a Terra, mesmo que nela possa manar leite e mel, ainda requer de nós muito trabalho, muito empenho, muita disposição e, para isso, tenho certeza, é que vocês foram chamados e eu fui separado para levar vocês a entrar nessa “terra”. Nosso Moisés ficou, mas a promessa de Deus permanece.

Não existem vencedores, não existem grupos; somos um corpo. Agora é tempo de caminharmos juntos. Tenho certeza que Deus está esperançoso conosco, que o coração de Deus está antevendo relacionamentos sendo restaurados, curas acontecendo, parcerias sendo feitas, e quando isso ocorre, tenham certeza, a Presença de Deus se manifesta e isso libera o poder do Espírito Santo em nosso meio. Quando isso acontece, existe um impacto no mundo espiritual, satanás é envergonhado e a Graça de Deus nos envolve. Quando isso acontece, eu e você nos alinhamos com o propósito de Deus, e isso traz consequências práticas para a vida da Igreja. Afinal de contas Jesus disse que quando concordamos aqui entre nós, há concordância no céu, e quando há concordância no céu, quem pode impedir? As portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja (Mt 16:18)

Chamo a todos para, juntos, cruzarmos o rio, conquistarmos a Jericó que ainda possa faltar e edificarmos a cidade de Deus, colhendo, assim, os frutos dessa terra que são nossos por promessa do próprio Senhor.

Em Cristo, Senhor Nosso,

Seu Bispo Eleito e amigo

+Miguel Uchôa

 
Leia Mais

O que é necessário para se trabalhar em equipe?

Para a equipe alcançar seu potencial  cada membro tem que  submeter  sua meta pessoal à meta da equipe                                                                                   
                                                                                              Bud Wilkinson

Nem todo mundo numa equipe campeã ganha publicidade, mas todos da equipe podem dizer que são campeões                   
                                                    Earvin Magic Johnson

Baseado no que tenho vivido, lido, assistido e estudado e tentando ser mais breve do que seria necessário eu diria que para Trabalhar em equipe estes conselhos são úteis, mesmo sem encerrar qualquer lista de necessidades. Creio que se guardarmos isso, já temos um bom começo.

 1.     Dimensione qual é o cenário mais amplo
      ü  A meta é mais importante que a tarefa 
2.     Dimensione sua meta dentro do cenário amplo (situação)
      ü  Se você não sabe para onde está indo pode acabar em um lugar qualquer.
      O líder deve ver antes a terra, e depois levar o povo até lá. (Visão). Uma equipe não vai
     comprar a causa sem saber para onde está indo. A importância disso é saber
      exatamente a sua distância daquilo que você quer realizar.
3.     Dimensione os recursos
      A meta só é possível de alcançar se temos a noção dos recursos que dispomos.
4.     Dimensione sua equipe
Quantidade

ü  O número de membros da equipe é aquele que seja suficiente para realizar o trabalho

             ü  Equipes superdimensionadas podem gerar:
                   o  Competição negativa
                   o  Frustração
Qualidade

ü  As pessoas certas nos lugares certos, fazem o trabalho certo.

ü  Desenvolva o senso de prestação de contas

Selecionando a equipe

ü  Caráter

                  ü  Competência

ü  Combinação

           

Trabalhar em Equipe requer mais do que juntar um grupo em torno de uma tarefa. Necessita de quem lidera compreensão da grandeza da meta a ser alcançada e da pequenez de si mesmo.
Leia Mais

            O QUE VI E O QUE NAO VI II
       Assembléia Geral da ACNA NC EUA
7-9 de junho de 2012

Hoje foi encerrada a Assembléias Geral da ACNA (Igreja Anglicana da America do Norte). Lá estivemos desde 5a feira com a delegação da Diocese de Recife.
Depois de justos 2 anos  ter estado no mesmo centro de conferencias, Life Way Center em Ridgecrest Carolina do Sul onde em Abril de 2010 já sentia os primeiros sintomas do que me impediria de fazer minha ultima palestra naquela conferencia junto com uma forte laringite e que me tiraria do circuito por algum tempo, mas que pela exclusiva graça e misericórdia de Deus estou de volta renovado e animado.
Foi bom voltar àquele lugar, exatamente ali.

Mas o que eu vi ali em Ridgecrest Ashville NC?

Primeiro de tudo revi amigos e me enchi de emoção ao reencontrar pessoas que ao me verem e me abraçarem longamente, derramaram lágrimas que como num processo de ” vasos comunicantes” terminaram se juntando às minhas num derramar de afetividade e alegria por podermos testemunhar da graça de Deus em nossas vidas

Vi um inicio de renovação na liderança da Igreja, novos bispos e bispos novos, pastores jovens e uma sessão especial para a juventude o que deve alegrar qualquer coração que tem seu foco na obra de Deus olhando para adiante e nunca satisfeito com apenas a manutenção de uma situação que aparentemente pode até parecer estável, mas que antecipa a sua ruína e conta seus dias quando não,envolve a próxima geração.

Vi uma seleção de palestras e workshops de muita qualidade e uma noite de louvor e testemunhos missionários que nos motivaram a nos mantermos na trilha pois, o Senhor nitidamente sim, está conosco.

Vi um intenso e multo bem montado programa de implantação de novas igrejas com meta de 1000 igrejas implantadas nos próximos anos e vi que muitas dessas igrejas já estão em pleno vapor realizando seus ministérios em diferentes contextos, desde um templo histórico até uma igreja que se reúne em um PUB aos domingos em dois horários e já possui cerca de 400 congregados.

Vi o investimento na formação teológica dos pastores e lideres com seminários que conseguem mesclar o ideal de espiritualidade profunda e um espírito missionário empolgante.

Vi a diversidade anglicana mais uma vez acontecendo na prática, onde stand do conhecido seminário de tradição anglo católica ” Nashotah House” se avizinhava com stand do “Trinity School of Ministry” de forte tradição evangélica e o da SAMS-USA agencia missionária conhecida por nós e da mesma tradição evangélica.

Vi e pude sentir o forte apoio que a Diocese de Recife tem desses irmãos que hoje formam a ACNA. Antigos amigos e muita gente nova que nos conhece recentemente ou que somente nos conhecia de ouvir falar, mas que nos entendem e nos consideram como parte viva da família de Deus.

Vi que temos sido vaslorizados como Igreja Diocese pois depois de ter estado duas vezes na Conferencia missionaria New Wineskins for Global Mission tive o prazer de ver o nome da Revda Simea Meldrum anunciado como palestrista dessa mesma conferencia para o ano de 2013

Vi a força da missão integral em andamento, o ARDF ( Anglian Found for Development and Relief) -Fundo Anglicano de Ajuda e Desenvolvimento, focar na aprovação de projetos sociais que tenham um cunho também evangelístico, sendo isso condição para a aprovação.

Vi o movimento GAFCON mostrar a sua força como instrumento de unidade dos anglicanos ortodoxos e a presença da maioria do seu Conselho de Primazes, inclusive apoiando a DR firmemente.
 
Vi que a decisao de se criar a ACNA foi mais que acertada e se alinha com a postura apostolica de manter a saudavel doutrina das Sagradas e Escrituras

Mas, houve algumas coisas que também não vi…

Não vi aquelas longas e intermináveis batalhas entre grupos de interesse, que tentavam prevalecer com sua teologia e impediam o avanço da Igreja.

Não vi nada que não pudesse ser colocado sob o interesse da unidade e abertamente discutido.

Não vi um Sínodo burocrático apenas, mas um misto de discussão dos negócios da igreja e uma conferência bastante edificante com palestras e oficinas de interesse geral que com certeza agregou benefícios e crescimento a todos que deles participaram.
Sinceramente, “vi mais do que não vi”, e saí de lá com a certeza de que estamos na direção certa com apoiadores sérios e interessados no bom andamento da DR e na edificação do Reino de Deus.

Miguel Uchoa

Leia Mais

Leia Mais

No ultimo domingo discutimos na PAES sobre o Avivamento. E entendemos que ele acontece quando cada cristão toma sua posição diante da sociedade e faz a diferença que lhe cabe. Mas assista esse interessante video sobre as visões que Deus deu a estes homens. Tomando posição, trazemos o avivamento.
O video lamentavelmente está em inglês.
Deus abençoe a todos
Miguel
Leia Mais

Cuide de sua liderança

Em 1998 participei do Treinamento Avançado em Liderança do Instituto Haggai no centro de treinamento de Maui Havai. Durante um mês fui ministrado sobre todos os aspectos que envolvem um líder e especialmente um líder eclesiástico. Ao final daquele programa fui chamado a uma sala pelo diretor que me perguntou : “ o que você leva daqui?” respondi sem titubear : “ eu tinha uma caixa de ferramentas que estava fechada, agora vocês me ajudaram a abri-la , obrigado por isso .
Desde então a minha vida e ministério sofreram profundas mudanças. Passei a investir nessa área e especialmente investir nos potenciais líderes dentro de minha comunidade. Promovemos treinamentos, selecionamos pessoas , criamos cursos permanentes, motivamos a leitura de livros na área, ministramos do púlpito e, acima de tudo, desenvolvemos uma relação mais próxima com estas pessoas. Hoje, nossa igreja possui 5 pastores como parte de uma equipe multidisciplinar cada qual cuidando com esmero de uma determinada área ou base de ministério, e, todos eles saíram dos bancos de nossa igreja. Além disso, outros estão em formação. Isso sem contar as quase duas centenas de líderes que mantemos em nossa lista de e mail e com os quais nos comunicamos regularmente, estes são os líderes de ministérios e de células, nossos pequenos grupos.
Digo isso apenas como ilustração, muito ainda precisamos fazer nessa área, mas a partir da decisão de cuidar e investir em liderança a igreja tomou um novo rumo de crescimento em todas as direções, digo quantitativa e qualitativa.
Segundo John Maxwell liderança é influência e como poderemos exercer liderança na sociedade sem influenciá-la? Tenho sido insistente entre meus colegas pastores e em todos os círculos que convivo dizendo: cuide de sua liderança, invista neles..tudo que se investe em liderança tem retorno garantido para a saúde e equilíbrio da igreja e de qualquer organização.
Posso testemunhar este momento que estou vivendo. Desde Maio deste ano estou afastado do pastorado da PAES ( Paróquia Anglicana Espírito Santo). Passei o comando para o Pr auxiliar e me retirei para tratamento de um mieloma múltiplo ( tipo de câncer). Desde então tudo na igreja foi realizado sem a minha presença e nenhum dos programas, cursilhos, encontros, reuniões, absolutamente nada sofreu solução de continuidade.
Meu coração está feliz porque percebo que o processo desse cuidado e investimento está sendo realizado com relativo sucesso e a igreja segue seu rumo adiante. Agora, estou bem melhor e começando a retornar a algumas atividades, Mas Ainda muito de leve, preguei na igreja domingo dia 03 de Outubro após 141 dias sem ministrar a palavra daquele púlpito, meu coração estava vibrante, mas especialmente porque ao retornar encontrei pessoas que não me conheciam, que haviam se convertido na minha ausência e que estavam firmes na fé. Que alegria!
Como igreja, temos o propósito de abençoar a cidade nessa área e trouxemos para Recife já faz 3 anos a maior conferência de liderança do globo numa parceria coma Associação Willow Creek de Chicago ( Pr Bill Hybels) Falo do Global Leadership SUMMIT que esse ano acontecerá entre os dias 25-27 de Novembro. Informe-se a respeito no Tel 34623121 faça sua inscrição e tome um verdadeiro banho de liderança.
Quando cuidamos de nossos líderes e de nossa própria liderança investimos no Reino em proporções geométricas.
Miguel Uchôa
Leia Mais

Um Mês para viver

Se você soubesse que teria apenas algumas semanas para viver, o que faria?

Pode parecer estranho que perguntas assim possam estar sendo feitas em uma igreja. Mas me chama a atenção que a Bíblia Sagrada é um dos únicos , senão o único livro de uma fé religiosa que orienta qualquer ser humano a viver uma vida plena e abundante (Jo 10:10b) e ao mesmo tempo prepara este mesmo ser humano para um outro episódio da vida, a morte. (Sl 90:12).
A verdade é que a vida é um todo e compõe uma dimensão material, essa que vivemos hoje e, uma dimensão espiritual, a que viveremos no futuro. A variante, segundo a doutrina bíblica cristã é que dependendo do que fizermos nessa dimensão material, podemos estar comprometendo o tipo de vida que teremos na eternidade. O que a Bíblia nos esclarece é que esse comprometimento não se dá apenas pelo comportamento de cada pessoa, mas sim, pela decisão de seguir a Cristo como seu Senhor e Salvador ( Jo 3:16: Rm 10:9)
Mas existe mais do que o celeste porvir, existe uma vida a ser vivida aqui, com propósitos e seguindo a direção de Deus, isso traz qualidade de vida e completa a sua missão nesse mundo… você vale muito mais do que você é! A pergunta que estamos fazendo durante estas próximas 5 semanas na PAES ( Paróquia Anglicana do Espírito Santo) é: Como anda a sua qualidade de vida, e , o que impede hoje que ela cresça?
Uma das razões de muitos viverem aquém da vida com propósitos é que essas pessoas vivem uma “ síndrome da procrastinação” adiam decisões, planos e jamais executam o que pensam pois afirmam sempre “ Algum dia” farei isso, farei aquilo… estamos lembrando a todos que esse algum dia pode ser hoje ou muito breve, você pode planejar e executar coisas que lhe tragam paz, alegria e felicidade, especialmente sabendo que , em se decidindo por Deus em Cristo, Ele estará ao seu lado.(1 Jo 4:4)
Hoje é o dia de uma decisão radical, hoje é o dia de servir a Deus, hoje é o dia de me engajar na vida, pensar e executar o Plano de Deus , ser útil a esse mundo e sonhar os sonhos de Deus para uma vida melhor e um mundo melhor através de minha vida.
Mas voltando ao tema, Se você soubesse que teria apenas algumas semanas para viver, o que faria?

Leia Mais

O Ópio De Uma Nação, um turbilhão de ilusões

“Tudo sem sentido! Sem sentido!”, diz o mestre. “Nada faz sentido! Nada faz sentido! Ec 12: 8
Passou a folia, foram os sonhos, e… ficou a realidade… a lembrança da folia de momo , é triste, depressiva e onerosa, ilusões alimentadas, gastos indevidos e uma alegria que dista da felicidade tanto quanto o oriente do ocidente.
Em tudo isso me chama a atenção que toda a festa, toda a alegria , todas as manifestações das pessoas seja com atitudes mascaradas seja com máscaras de atitudes podem, e acontecem, dentro de toda a aceitação. Mas, atente, se acontecerem dentro destes longos e entediados 4 dias de folia.
Nestes dias , como disse o anuncio : tudo é válido! Cada um ganha a coragem para agir, dizer e viver da maneira que bem entende, mas no raiar da 4ª feira chamada ingrata os clarins anunciam que é hora de calar, voltar a timidez, recuar para o recatado, agir com sobriedade e viver a normalidade da vida.
Talvez você nunca tenha se dado conta da letra de uma das mais conhecidas canções de carnaval que existe. Pois bem preste atenção na famosa canção Turbilhão, interpretada tão bem por Moacir Franco.

A nossa vida é um carnaval

A gente brinca escondendo a dor

E a fantasia do meu ideal

É você, meu amor

Sopraram cinzas no meu coração

Tocou silêncio em todos clarins

Caiu a máscara da ilusão

Dos Pierrots e Arlequins

Vê colombinas azuis a sorrir laiá

Vê serpentinas na luz reluzir

Vê os confetes do pranto no olhar

Desses palhaços dançando no ar

Vê multidão colorida a gritar lará

Vê turbilhão dessa vida passar

Vê os delírios dos gritos de amor

Nessa orgia de som e de dor

Como cristãos, não precisamos brincar para esconder a dor e, nosso ideal não é uma fantasia, muito menos o nosso amor… não temos razões para agir como não somos e extravasarmos em um comportamento o que escondemos, para vivê-lo em 4 dias anuais de nossa vida. Você entende? Essa festa, não é a festa da alegria, mas a festa de uma falsa realidade, um analgésico na alma, um calmante no ser.
Karl Max disse que a religião éra o ópio do povo, mas ele somente disse isso porque não conheceu e nunca esteve no Brasil durante a folia de momo, porque esse, meus queridos(as) é o verdadeiro ópio da Nação Brasileira.
Miguel Uchôa
Leia Mais

O Mundo a Realidade e a Igreja

O Mundo , a Igreja e a realidade…

O Mundo vem se tornando a cada dia um lugar esquisito, estranho e mesmo arriscado de se viver. Mas, tudo isso, e outras esquisitices são fomentadas pela criatura mais inteligente que habita neste planeta água chamado Terra. Essa criatura saiu do eixo inicial quando decidiu , sob influência maligna, que poderia saber e gerir todas as coisas e processos… lêdo engano.. a história da humanidade comprova isso.
Numa perspectiva bíblica, no pensamento e doutrina cristã, todas essas esquisitices podem ser revertidas quando cada ser humano aceita, concorda e segue o Plano de Resgate, que Deus estabeleceu através do envio de Jesus Cristo, Nele, cada “aceitante” passa a se re-alinhar com toda a capacidade, caráter, perfil… que Deus havia planejado e implantado inicialmente no coração humano. Em tese, quando isso acontece esse ser humano resgata o seu primeiro “formato” e passa a ter uma mente,caráter e atitudes semelhantes às mesmas dantes existentes …lêdo engano, a história da igreja comprova isso.
Em nenhum momento duvido da capacidade de inteligência do ser humano, afinal de contas foi criado à imagem e semelhança do Trino Deus. Mas tenho percebido, sem méritos por isso, que algo impede esse ser humano impressionantemente dotado de gerir os processos da humanidade. É inadmissível que pandemias dizimem populações inteiras quando em outras partes do globo estas mesmas enfermidades estão sob total controle, é irracional que a fome afete tanto a humanidade, enquanto é sabido que a produção de alimentos do globo é suficiente para suprir estas necessidades. Se vivo, Josué de Castro teria o seu mesmo discurso e indignamento validados.
A Realidade é essa, os continentes mais carentes possuem os líderes mais déspotas do globo. A Africa com suas guerras e conflitos étnicos, apoiados por grupos políticos que se escondem, mas apostam nos resultados para aumentar a sua hegemonia na geografia do poder. Na América Latina resurge a estupidez de Hugo Chavez, despota maior, seguido pelos dominados da ideologia que lançam países como a Bolívia o Equador no caminho de um socialismo ultrapassado e comprovadamente anti democrático.
Nossa nação amarga os contrastes acentuados de uma sociedade doente. Temos uma liderança que prática tudo que criticou quando essa era a sua função e uma outra parte que agora critica tudo aquilo que tanto fez no passado. Uma classe política doente, sem dó, sem misericórdia que escraviza os mais carentes com programas sociais que distribuem migalhas e manipulam milhões… não há diferença entre a manipulação da TV via embratel na década de 70 regida pela malignidade de uma ditadura, onde levou só uma emissora a ter até 95% de audiência, com a manipulação dos prgramas sociais “bolsa isso, bolsa aquilo…” que levam a popularidade do presidente a índices alarmantes.
Mas não sou cético e meu “lamento” é uma análise realista de uma realidade inquestionável. Não sou cético porque tenho fé naquilo que Deus pode fazer. Deus deixou aqui uma igreja que agindo como um exército santo poderá combater estas discrepancias malignas que vivemos hoje. Sou realista mas tenho fé que homens e mulheres, regenerados na sua essência passem a gir como tal e, em cada local, em cada extremidade desse país e mundo, em todas as áreas , possam cumprir o mandato cultural de ser e fazer tudo com excelência e cuidar desse Jardim de Deus (Gn 2:15). Assim, o mundo poderá ser esse, mas igreja, sendo o que ela pode ser , fará a realidade ser diferente.

Leia Mais

Chega de Postergar

“Oh! Amanhã será um grande dia. Mas o que acontecerá amanhã?”, Victor Hugo.
É importante avaliarmos nossas vidas nesse final de ano? sim é! mas uma das coisas que a sua vida está cheia é de planos não realizados. A maioria das pessoas vive abraçada com planos que nunca se realizaram e que a cada ano, a cada período são postergados, procrastinados, adiados e vivemos de delongas em delongas…
Sonhar é bom, saiba disso… eu diria até que sonhar é importante, mas, viver em sonho é um mal que afeta a muitos e que amarra as pessoas a uma eterna ilusão de que um dia irei realizar!
Tempos atrás, conversando com meu filho ainda pequeno, perguntei o que ele queria ser quando crescer, a resposta veio imediatamente, ” Biólogo” disse ele, minha segunda pergunta foi, o que você está fazendo hoje, para ser um biólogo amanhã? ele se surpreendeu e eu expliquei. Tudo aquilo que queremos fazer no futuro começa em algum ponto no presente, hoje, você estuda e se preapara para um dia enfrentar um vestibular, iniciar uma faculdade e se formar em biologia..mas tudo isso já começou!
Eu não tenho dúvidas que o amadurecimento nos leva a pensar assim, já vimos esse filme da procrastinação, já sonhamos e acordamos sonhando. Hoje, ao fazer 52 anos de idade já tenho suficiente material acumulado para entender que o tempo futuro dirá muitas mentiras se insistirmos em contar a nós mesmos. Li certa vez que ” os sonhos a dormir são de uma cor diferente dos sonhos que construímos acordados. É destes sonhos – acordados – que vem o nutriente dos adiamentos perenes. Depois, os dois tipos de sonhos chocam de frente, como se fossem as vagas alterosas de um mar incendiado por tempestades assustadoras. O corpo, entregue às aleatórias ondas que o empurram de um lado para o outro, rendido à sua incapaz vontade.”

A Bíblia Sagrada em sua eterna sabedoria nos ensina algo interessante nas palavras do apóstolo Tiago ” Agora escutem, vocês que dizem: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade e ali ficaremos um ano fazendo negócios e ganhando muito dinheiro! Vocês não sabem como será a sua vida amanhã, pois vocês são como uma neblina passageira, que aparece por algum tempo e logo depois desaparece O que vocês deveriam dizer é isto: “Se Deus quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo.” Tg 4:13-15
Neste ano de 2009 e em todos os dias e anos de sua vida, tome a decisão de não postergar a tarefa mais simples, adiar, a execução das etapas e viver sonhando acordado… caso contrário, você estará sempre acordado em sonhos. E o tempo? o tempo passa… fuja de viver um eu fantasiado, chega de postergar, decida!
Quer um conselho prático? aqui vai :
Estabeleça objetivos claros – Diante de uma tarefa pouco agradável, pergunte-se por que você precisa realizá-la. Ela é um passo rumo a um objetivo prazeroso? Se a resposta for sim, foque nesse resultado.
Organize seu tempo – Para isso é preciso estabelecer prioridades. Realize primeiro as tarefas menos agradáveis para curtir o alívio.
Use bem a agenda – Não basta listar as tarefas a serem feitas. Cheque ao final do dia se todas foram concluídas.
Comemore as conquistas
Miguel Uchoa

Leia Mais

Monte um Presépio

Este ultimo domingo dia 30 de Novembro, deu início pelo calendário da igreja cristã ao período que é chamado de Advento. É o início do ano cristão. Mas é também a abertura da mais singela temporada que vivemos. O advento, como a palavra já diz anuncia a chegada de Jesus Cristo a esse mundo, e é portanto a preparação para o período natalino a celebração da natividade de Jesus Cristo.
Quando criança me recordo bem que esperava com ansiedade quando minha mãe iria abrir a caixa onde estavam guardadas as peças do presépío. Mas que palavra é essa? Ela significa estábulo, lugar onde se recolhe o gado e ficou conhecida como a representação do local do nascimento de Jesus Cristo.
Andando pelas ruas, nos centros comerciais, shopping centers procurei em toda a decoração que supostamente deveria ser natalina , a figura de um presépio, mas talvez esteja fora de moda e exista uma representação mais pós moderna daquele estábulo onde veio ao mundo o nosso salvador. Lêdo engano… não há, não há sequer um figura do menino Jesus, não há estábulo, não há presépio. No local estão duendes, papai noel, bonecos estranhos, figuras alheias a festa natalina, fabricas de intrumentos, de chocolate…
Meu coração se entristece porque não se pode roubar uma festa assim, trocar o aniversariante, tirá-lo de seu lugar.. é uma agressão aos cristãos o que estão fazendo com o natal.. na realidade a sociedade hoje celebra um natal sem cristo , celebra a natividade de um Deus chamado dinheiro, consumo e em nenhum momento essa festa se relaciona mais com a natividade do Senhor.
Minha sugestão a você, que ainda tem o sentimento natalino em seu coração, que ainda crê que Jesus o filho de Deus veio ao mundo para nossa salvação, que ainda celebra com propriedade a natividade do Senhor, tome algumas atitudes. Neste advento, vá a uma igreja, celebre cultos de advento, encha-se da espectativa da vinda do Senhor, leve isso aos seus filhos e talvez, uma das maneiras ,mais singelas e pedagógicas de lhes ensinar o verdadeiro sentido do natal seria essa, monte um presépio…
Leia Mais