+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

A União civil ou parceria civil é um direito de qualquer pessoa, homo ou heterossexual, tem abrigo legal no Brasil e sinceramente vem para proteger pessoas que são discriminadas pelas suas famílias durante a vida ( caso dos homossexuais) e quando , por algum motivo morrem, essa mesma família que o(a) discriminou tenta herdar seus bens em detrimento de alguém que construiu com ele ou ela a vida e os bens. O Nome disso é hipocrisia. Sou a favor da parceria civil porque é um direito de qualquer pessoa que pague seus impostos e assim deve usufruir dos seus direitos .
Mas, outra coisa é tentar fazer dessa parceria uma cerimonia de casamento tradicional. Não…isso é outra coisa. O casamento é único, é entre um homem e uma mulher, diante de um ministro ou juiz de paz. Quando acontece diante de um ministro, recebe a bênção de Deus contida nas Sagradas Escrituras. Mas essa bênção esta restrita ao casamento heterossexual e não se encontra nas mesmas Escrituras a bênção para uma união civil. A História Bíblica registra os casamentos, Jesus esteve em um casamento e realizou ali, seu primeiro milagre. Mas ali havia um casal heterossexual.
Deus criou homem e mulher e assim os criou diz o registro do Gênesis. A homossexualidade, segundo as Escrituras, é um desvio dessa natureza original, constituindo-se assim em pecado diante de dEle , o criador. Não cabe a mim julgar as intenções, mas cabe sim, como ministro do evangelho reafirmar a sacralidade do matrimonio como missão de Deus para edificar a sociedade. Deus disse deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, tornando-se uma só carne (Gn 2:24). A narrativa diz que o propósito do casamento é de se completarem e se completam na plenitude de seu relacionamento e numa relação sexual que gera filhos e que organicamente e fisiologicamente encontra sentido e propósito. Por isso Deus pode dizer “ crescei e multiplicai” não há multiplicação sem um homem e uma mulher.
A heterossexualidade é uma bênção de Deus e afirma que, mesmo havendo diferenças eles, homem e mulher são iguais diante de Deus. Ambos foram criados à sua imagem. Entendo que respeitar os direitos civis de todas as pessoas é dever nosso e assim faço. Jamais discriminarei alguém pela sua opção pessoal, mas também não desejo ser discriminado pela minha opção pessoal e pela liberdade de expressar minha crença e fé, meus valores.
Diante da lei, homo ou heterossexuais são iguais e devem ser respeitados em seus conceitos. Diante de Deus homo e heterossexuais são amados por um Pai celestial, mas a decisão de viver longe dos princípios desse Pai gerou no ser humano os caminhos próprios, distantes da vontade divina. A saída para homo e heterossexuais estará sempre em avaliar as suas vidas pelo prumo da perfeita vontade de Deus, ver onde se desviaram e fazer o caminho de volta. O nome disso é arrependimento e Jesus disse isso: Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento Lc 5:32
Conceito de pecado: Tudo que fizermos e que se afaste da perfeita vontade de Deus
ABOUT THE AUTHOR
admix