+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

brasil nunca mais

O clima que vive o Brasil nesses dias é de imensa preocupação. Corremos o risco de perdermos as conquistas democráticas conquistadas com muito sacrifício. Assisto a um quadro dantesco, beirando a insanidade.

Sou brasileiro de carteirinha, passaporte e RG. Amo esse país e nunca desejei, nem desejo viver em outro, mas, sim, sempre quis viver em outro Brasil. E eu achava, até pouco, que estávamos nesse caminho… Achava, porque percebi que mais uma vez a esperança está murchando.

Pense comigo, os mesmos que lutaram para que a democracia fosse restabelecida, estão pondo em risco essa conquista. Os partidos da base governista e seus aliados, com seus atos, atitudes, processos infindos de corrupção, roubo do erário, projeto de poder etc. deram e continuam dando toda munição para que os extremistas de mentalidade retrógrada e memória histórica inexistente ganhem espaço, cresçam e conquistem adeptos.

Desejar uma intervenção militar nos moldes de 1964, só deseja quem, seja pela tenra idade,  pela ignorância, ou por um ideal insano não sabe o que isso representa.  Por outro lado comparar a situação que vivemos com essa mesma época é  fruto de igual ignorância. As manifestações nas ruas e os ânimos exaltados sugerem semelhança, mas a essência e o contexto são outros.

Ninguém, eu disse ninguém em sã consciência e em honesta avaliação negará os fatos, são fatos. Ninguém, eu disse ninguém que não esteja imbuído de paixão do tipo ” aqui tem um bando de loucos”  negará que independente de ser legal ou não, ser tendencioso ou não, as provas de que temos uma quadrilha organizada  nas instâncias da República assaltando suas riquezas, estraçalhando sua credibilidade e assim, colocam-nos novamente  sob orisco de perdermos  o que conquistamos.

Os áudios são incontestáveis! Não diga que não valem, se áudios dessa mesma forma revelassem um crime contra sua família, assassinato de um filho seu, você diria que é ilegal? Sim, poderia até ser, mas diria que contém a verdade, e a verdade é libertadora, mesmo tendo vindo à tona  de um maneira questionável. O meio revelado, não faz da verdade uma mentira…ou faz? É triste ver homens e mulheres públicos acusarem de ser uma gravação ilegal, mas não contestarem o conteúdo.

Nesse momento estou em missão no Chile, e vejo que vivem um momento de declínio econômico, crescimento de desemprego, políticas estatizantes e imorais ( votam a aprovação do aborto) . Governos em tese progressistas que estão comprometendo o progresso, se perdem no poder que tanto lutaram para conquistar.

Eu não tenho dúvida de que o atual governo não tem mais  credibilidade para se manter no poder e tenho certeza de que muito mais ainda será revelado e, muita lama ainda vai subir.

Nenhuma frustração ideológica me manteria apoiando esse grupo ,nenhuma admiração que eu tivesse , porque nunca tive, me faria deixar de assumir que esses são agentes do mal, setas malignas que estão dilapidando o país e sob a bandeira da ajuda aos pobres roubamlhes  as riquezas que deveriam estar indo para seu melhor viver.

O tom debochado das conversas, a postura de estar acima da lei, a imoralidade e por fim a falta de vergonha dos implicados me trazem a certeza de que esses não merecem minha lealdade, meu respeito e minha boa  fé. Merecem a sua?

Portanto, como cidadão,  desejo sim que haja  mudança, MAS apenas e exclusivamente por meio democrático. Seja renúncia, que necessitária um humildade que não enxergo, seja por impeachment NA FORMA DA LEI, seja nas próximas eleições. Levamos um Golpe, mas essa nação será forte para superar mais essa.

Como cristãos, urge que a nossa sabedoria esteja associada a nossa coragem e que isso evite desgastes desnecessários, brigas entre irmãos. A igreja deve estar presente de maneira apartidaria e profética. Se igualar aos geradores d conteúdo desses grupos e reproduzir material suspeito e tendencioso, é um pecado digno de arrependimento.

Não tenho partido, gostaria de poder ter, mas não encontro nenhum que seja digno de minha confiança

Vi na minha estante o livro ” Brasil nunca mais” assim me mantenho pensando, não quero mais aquele Brasil.

Mas minha frustração é grande quando vi a democracia voltando e ingenuamente pensei…Brasil ASSIM Nunca Mais!

#saraSenhoressanação

Miguel Uchoa

ABOUT THE AUTHOR
Miguel Uchôa

Miguel Uchôa Cavalcanti é bispo anglicano da Diocese do Recife (PE) e reitor da Paróquia Anglicana Espírito Santo (PAES), na cidade de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife, desde 1996, quando a fundou. Bacharel em Teologia com pós-graduação pelo Seminário Teológico Batista do Norte. Engenheiro de Pesca com especialização em Israel, China e Brasil. É casado com Valéria e pai de Gabriel e Matheus.