+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

Viver Aprumado 

Mc 9:42-50;1 Co14:20-33a, 39-40
Estou procurando alguém que me leia o evangelho
com o sotaque de Cristo
W.V. Martins

 
Uma palavra dura essa que Jesus traz nesse momento, é melhor morrer do que desviar alguém que crê com ensinos enganosos. Isso me faz tremer e temer mais do que qualquer outra coisa. Sei que nem sempre percebemos essa preocupação em todas as pessoas, mas no momento deixe isso de lado, até porque a nossa capacidade de julgar, temos visto, é bastante limitada, mesmo em algo tão obvio como talvez imaginemos ser esse caso.
O exemplo, testemunho e anuncio da verdade é algo que devemos ter atenção redobrada.  E as ilustrações dadas aqui por Jesus nos deixam sem qualquer dúvida. É melhor perder algo para o quê damos muito valor como um membro importante do corpo, uma mão, um olho do que fazer alguém se desviar da verdade.
Perceba a importância dada por Jesus a isso e pergunte a si mesmo(a) hoje, dou essa mesma importância? Se sim, Deus te abençoe, se não, é tempo para refletir, pensar e agir na direção de acertar o prumo. Esta semana estava observando o uso do prumo numa obra aqui em minha casa, meu filho perguntou oque e isso? Se referindo ao prumo, expliquei: filho você já ouviu a expressão desaprumado? Sim disse ele, pois bem perceba que sempre se refere a alguém que perdeu a linha, a retidão, alguém que “penço” não está alinhado com uma referencia qualquer. Na vida com Deus é assim, enquanto não nos aprumamos a referência de sua vontade, de sua Palavra estamos desaprumados e nosso testemunho está “penço”. Vimos no evangelho que Jesus dá uma seriedade a essa questão que nem sempre nós mesmos damos.                       
Na carta aos coríntios e na continuidade da ministração relativa aos dons do Espírito, Paulo está insistindo no propósito dos dons e não apenas nos benefícios pessoais que podem trazer para nossas vidas. Eles existem e isso não e negado pelo apóstolo em nenhum momento, mas talvez por conhecer bem a natureza humana ele adverte com foco no que chamamos de objeto dos dons, eles existem acima de tudo para glorificar a Deus, a sua razão de existir é essa em primeiro lugar.
Mas vejo aqui uma ligação com o que estamos observando no evangelho de hoje, a questão do testemunho, agora no sentido  de propósito. Se o dom, seja ele qual for não servir ao seu propósito para que servirá? Para levar alguém ao engano da vaidade? Para dar a alguém a pobre convicção de um prazer pessoal em detrimento da glória de Deus? Pense, tudo isso pode também desviar alguém do perfeito propósito de Deus, e isso seria arriscado segundo o que Jesus colocou no evangelho de hoje.  O que fazer então? pergunta Paulo!
Na resposta a sua própria  indagação ele diz que tudo deve ser feito com ordem e com decência. As coisas de Deus sempre seguirão nessa direção. A ordem e a decência de um testemunho, a ordem e a decência do exemplo, do modelo a ser seguido. O foco naqueles que chegam e ainda não conhecem a verdade do evangelho mais uma vez , percebam é aqui tratado como muito importante. Mais uma vez a Palavra dá relevância ao que nossas vidas e testemunho pode ser para aqueles que nos observam.
Em Poucas palavras nessa reflexão de hoje pense sobre a seriedade de ter a Palavra de Deus como Prumo para a sua vida e a necessidade de ser esse exemplo e testemunho em todas as dimensões e para todas as pessoas. Talvez você esteja ainda refletindo na mensagem de domingo e nesse Tempo de Escuta, esteja ouvindo a voz de Deus nessa direção, viva essa realidade, seja exemplo e assim, glorifique a Deus.
Minha Oração
 Senhor, quero ser  e viver aprumado coma Tua vontade e fazer aquilo que seja exemplo para qualquer pessoa que me observe, em qualquer situação

 

 
ABOUT THE AUTHOR
admix