+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

3a Feira 21o Dia de Escuta

Simples assim…

Marcos 6:1-13;1 Coríntios 7:32-40

A mensagem de Deus é tão simples
que com nossas mentes complicadas
temos dificuldade de assumi-la
            M.Andrade
O evangelho de hoje traz uma mensagem que precisa ser bem compreendida,  Jesus começa seu ministério na cidade de Nazaré onde viveu a maior parte de sua vida e onde seus familiares viveram. Mas ali, estranhamente as pessoas mesmo maravilhadas do que estavam vendo, passaram a ter certa “desconfiança” dele, afinal de contas ele era “de casa”. E escandalizavam-se dele… o texto ainda diz que Jesus teve dificuldades de ralizar milagres na sua própria cidade.
A atitude preconceituosa daquelas pessoas impediu a ação de Deus. Mas percebo que isso não foi algo exclusivo dos Nazarenos, ainda hoje muito do que se perde no mover de Deus se dá por conta dos obstáculos que são colocados a uma manifestação simples, de alguém simples, em um lugar simples. Mas para mim a pergunta é sempre vinculada ao fato de ser o evangelho algo simples ou não. As Boas Novas apresentadas por Jesus são de uma simplicidade incomum. Diferente dos sistemas religiosos criados, até mesmo dentro do próprio cristianismo a mensagem de Jesus foi muito simples sim. Senão vejamos. Quando Jesus passou  e viu Levi naquela  coletoria apenas disse siga-me! E ele deixando tudo o seguiu. Jesus não apresentou a ele um sistema de crenças, não fez exigências e nada solicitou senão, venha comigo. Muitos cristãos têm medo de falar sobre isso porque tem a prática de “plantar dificuldades para colher facilidades” , mas o fato é que na maioria de seus chamados Jesus nada exigiu senão um simples venha comigo.
A simplicidade de Jesus se revelou na simplicidade das pessoas que ele chamou, 12 pessoas simples e até pecadores desqualificados como esse publicano Levi, também chamado Mateus. Foram esses homens simples acompanhados de algumas mulheres simples que levaram essa simples mensagem Adiante. Foram eles que foram de dois em dois, foram eles que foram orientados pra bater o pó quando fossem rejeitados, talvez porque o próprio Jesus sabia que se com ele foram preconceituosos, talvez o fossem com seus discípulos e por isso provavelmente os preparou.
Não sei qual é a sua origem, se seu berço inclui uma ascendência considerada nobre ou não. Mas sei que para seguir a Jesus nada mais precisamos do que o desejo de estar com ele. Na sequência de seu ministério Jesus trouxe a atenção de todos e diferentes tipos de pessoas o têm seguido ao longo desses dois mil anos. De uma forma ou de outra você tem o privilégio de poder seguir aquele que, de maneira simples, descomplicou todos os sistemas religiosos dizendo apenas siga-me.
A carta aos coríntios hoje continua ministrando na vida das pessoas que estão casadas, em via de casamento ou em conflitos em suas uniões. Paulo dá sua opinião. São  conselhos simples para uma área mais complicada da vida de qualquer ser humano, a profunda inconstância de cada coração humano. A sugestão paulina parece de fato simples, mas sabemos que o que comanda nossos corações as vezes sai na frente de nossa razão, trazendo prejuízos às nossas vidas e relacionamentos. Um conselho que não podemos deixar de seguir é que Jesus, na tentativa de apresentar um evangelho descomplicado nos dá a direção a seguir, siga sempre a Palavra de Deus. O casamento é uma aventura magnífica que cada ser humano, pelo menos a grande maioria, deseja viver  no entanto, isso requer de nós atitudes de grandeza, sentimentos de humildade, postura de altruísmo.
Se você é casado(a), solteiro(a), está prestes a casar, ou em busca de um casamento, lembre-se sempre disso, seguir o que Jesus diz, com simplicidade de coração facilitará a sua caminhada nessa direção, ajustará conflitos que porventura existam e evitará que esses conflitos se tornem impeditivos para a continuidade das relações.

Minha Oração

Senhor, eu desejo seguir com simplicidade aquilo que Tu tens para minha vida. Me ajude a enxergar as coisas da maneira descomplicada que tu enxergas e que isso seja uma verdade em todas as áreas de minha vida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Leia Mais

2a Feira 20o Dia de Escuta

Apenas Creia!

Marcos 5:21-43;1 Coríntios 7:25-31

 Crer é mais que acreditar, é entender que isso é a razão de minha existência, que sem isso eu não vivo, sem isso a vida não faz mais sentido!
M. C.
Jesus continua a sua peregrinação rumo a cruz, sim, é bom que tenhamos a convicção de que desde que Jesus assumiu sua missão, desde aquele primeiro milagre em Caná da Galiléia que pareceu ter antecipado o início de tudo. Jesus estava a caminho da cruz, a cruz era a sua missão, a cruz era seu destino se assim podemos chamar. Essa perspectiva nos ajuda a entender quando ele diz que temos que carregar a nossa cruz. Isso significa levar adiante a missão que cada um de nós tem.
O evangelho vai narrar esse episódio de excelente valor pedagógico para nossas vidas. Jairo, que era um chefe da sinagoga, uma função importante na religiosidade judaica se encontra diante de um grave problema. Esse homem é conhecido e ao que parece Jesus estava de volta às margens do mar da Galiléia nas imediações de Cafarnaum, sua cidade base naquela região. A sinagoga provavelmente era a que Jesus frequentava, ali morava a família de Pedro, ou seja, um ambiente de pessoas que se conheciam. Jairo está com sua filha prestes a morrer e procura a Jesus, nada mais natural, ele já sabia o que Jesus estava fazendo, conhecia-o mesmo que  de ouvir falar, de seu poder e do que ele já havia feito por ali.
O texto diz que imediatamente Jesus o segue e com ele uma multidão que o apertava, no caminho da casa de Jairo. Nessa caminhada vem uma mulher enferma e o texto dá os detalhes sobre sua vida, uma história de sofrimentos. No entanto, não há sofrimento que permaneça quando Jesus passa pela nossa vida, Jesus, exatamente passou ela vida dessa senhora e a sua atitude a salvou da opressão maligna de uma enfermidade crônica.  Quando tocou em Jesus foi curada imediatamente.
Na vida não é diferente, não há possibilidade de seguirmos a Jesus, tocar as suas vestes, estar com ele e nossas vidas não serem transformadas.  Todo mal não resiste ao poder do bem que emana de Jesus Cristo. Na sua vida Jesus deve ter passado várias vezes pelo seu caminho e cabe a você discernir esses momentos e saber tomar atitude certa, segui-lo.
Mas também perceba que aquele homem, Jairo, estava presente nesse episódio, afinal de contas estavam indo para a sua casa onde Jesus deveria fazer algo por sua filha. Nesse caminho a fé desse chefe da sinagoga foi fortalecida, sua esperança renovada. Pense agora no que se passou pela mente deste homem, ele está indo ver a minha filha  que está à beira da morte, se ele pode fazer isso com essa mulher, ele pode fazer qualquer coisa. E não foi diferente a notícia da morte da menina foi interrompida por Jesus, acalmando-o dizendo, apenas creia. APENAS CREIA!
Quantas vezes ouvimos esse apenas creia? Dentro daquilo que eu percebo no meu dia a dia, creio que constantemente escutamos esse consolo vindo do Senhor. Tudo na vida daquele homem colaborava para um final trágico. O quadro era de desespero, pessoas chorando, pranteadores contratados, mas havia algo especial, Jesus estava ao lado dele e disse APENAS CREIA!
Não será diferente conosco, o quadro pode parecer, ou de fato ser bastante difícil, mas se você estiver ao lado dele, saiba que a mesma voz que falou a Jairo estará falando a mim e a você a cada vez que o quadro de nossa existência nos parecer embaçado, nosso céu nos parecer nublado, ele, Jesus, irá tomar o controle da situação e isso vai aliviar a carga que as vezes carregamos sozinhos.  APENAS CREIA!
O apóstolo Paulo está em uma série de ministrações aos coríntios sobre aspectos fundamentais da vida e aqui ele fala sobre a permanência no Senhor seja qual for a sua situação deve permanecer firme. Casado, solteiro o conselho do apóstolo é que os tempos se aproximem e que devemos focar as nossas vidas naquilo que é essencial, sem desvios, pois tudo isso não passa de aparência, as coisas desse mundo são vinculadas a aparência e nunca à realidade.
Hoje tome a decisão de ouvir as palavras de Jesus quando ele disser APENAS CREIA! E o nosso foco seja sempre em segui-lo independente de nosso estado. Apenas creia que ele é poderoso para fazer muito mais do que podemos imaginar, apenas creia que as decisões de hoje devem estar focadas naquilo que seja seu propósito para sua vida.
Minha Oração

Senhor, eu quero estar ao teu lado todo tempo e que essa proximidade me leve a uma intimidade que me faça perceber quando tua voz disser APENAS CREIA!

 

 

 
Leia Mais

Domingo 19o Dia de Escuta

Arrependimento, atitude constante
Lc 13:1-90;1 Co 10:1-13
A misericórdia corre, o arrependimento anda…
Autor Desconhecido

Domingo é um dia onde refletimos em um texto que nos lança para uma nova semana de escuta. Nos textos de hoje temos uma importante reflexão a fazer e tanto o evangelho quanto a carta aos coríntios trata dos aspectos inerentes ao dia a da de nossas vidas. Com duas abordagens diferenciadas os dois textos mostram alguns aspectos comuns. Vejamos então
Jesus está colocando no evangelho uma questão  que precisamos refletir, aqueles que pecaram, que erraram, foram tão pecadores como qualquer pessoa. Ele coloca alguns casos conhecidos de pessoas que sofreram consequências de atos voluntários ou não e para todos os casos ele afirma que o que importa é que aquele que pecar deve se arrepender voltar atrás, refazer o caminho, caso contrário também perecerão. Com essa mensagem Jesus nos mostra que não há diferença de pecados maiores e menores e que em ultima análise todos aqueles que se distanciam da vontade de Deus, estão em pecado.
O conceito de pecado que muitas vezes vemos se desenvolvendo no meio de cristãos é aquele que o pecado vem em uma escala de agravantes e que para cada um dos nossos atos há uma pena proporcional. Com isso, elegemos pecados e pecados. Isso é mal para nossas vidas, muito mal. O conceito de pecado na Bíblia é bastante conhecido e traz a ideia daquela pessoa que se afasta do centro da vontade de Deus e isso em todas as áreas de nossas vidas.
Faça uma avaliação de sua vida hoje e veja onde anda o seu alinhamento com o prumo da vontade de Deus. Não há diferença de estarmos um pouco afastado do prumo ou estarmos bastante afastados desse prumo, estamos fora da vontade de Deus em qualquer das situações. No entanto, é importante considerarmos um aspecto importante que não podemos perder de vista. Veja bem isso e avalie comigo. Mesmo estando distante do propósito de Deus e de seu prumo a distância desse prumo poderá dificultar o nosso caminho de volta e aí sim quanto mais distante, mais imergidos no pecado, mais embriagados com os deleites do erro e assim, consequentemente, mais difícil se torna fazer o caminho de volta.
Em qualquer um dos casos, o que é mais importante, afirma Jesus, é ter a consciência da necessidade de arrependimento, sem ele, diz Jesus pereceremos. Nesse domingo, escute de Deus e procure fazer uma auto análise avalie sua vida, seus atos e para onde está indo a sua existência, pois a conclusão que Jesus dá a esse texto envolve uma vida que vai além de não ser pecadora, mas que possa ser frutífera. Viver alinhados, no prumo de Deus deve nos lançar naturalmente para uma vida que dá frutos. A figueira de nossas vidas tem sido adubada pela Palavra de Deus? Tem sido irrigada pela água da vida? Se assim estiver, tenha certeza haverá distância do pecado e frutos em abundância.
O apostolo Paulo na carta aos coríntios está procurando nos ensinar a partir dos erros cometidos pelo povo de Deus ao longo de sua caminhada e nos alerta, atentem para isso e prestem atenção, a tentação sempre estará presente em nossas vidas.
O texto mostra que todas aquelas pessoas que beberam de todas as mesmas bênçãos, nem por isso seguiram na direção da benção de Deus porque alguns deles escolheram o caminho da maldição e nessa direção se perderam, morreram no deserto, foram picados pelas serpentes, se envolveram com a lascívia e assim caíram na tentação que como vimos estamos expostos todos os dias. No entanto Paulo nos ensina que Deus como Pai que é jamais permitiria que fossemos tentados além de nossas possibilidades.
Hoje eu quero sugerir a você que observe um pouco a história de sua caminhada cristã e quem sabe observe que essa é a realidade na sua caminhada, as propostas desse mundo que se distanciam do propósito de Deus se aproximam de você mais do que você possa controlar, estamos cercados por uma sociedade permissiva e que normalizou tudo que é anormal e por isso mesmo essa tentação se torna mais palatável, mais atraente e menos “escandalosa”.
Por isso, assuma hoje a sua dependência de Deus e a necessidade de se manter junto do prumo de Sua perfeita vontade, decida hoje tomar essa direção e seja abençoado(a)
Minha Oração
 
Senhor, o caminho largo se coloca diante de mim constantemente e eu bem sei que o seu fim é a perdição. Mas eu não quero seguir nessa direção, me ajude a tomar a decisão correta a cada dia, a seguir o caminho da benção que aponta para o prumo de Tua perfeita vontade e me afastar daquilo que me leve ao afastamento de tudo que te agrada.

 
Leia Mais

Sábado 18o Dia de Escuta

Jesus, em qualquer tempo
Marcos 5:1-20;1 Coríntios 7:10-24Devemos viver POR CRISTO aqui,
se desejamos viver COM ELE no porvir
Eleanor L. Doan

 O episódio do evangelho de hoje mostra o quanto o ser humano é tardio em compreender quando seus interesses pessoais estão adiante no nível de suas prioridades. Esteja atento e perceba como a Bíblia em sua sabedoria nos ensina.

Jesus chega nessa região, ao leste do Mar da Galíleia, onde hoje se encontra a Jordânia, lá era chamada a terra dos gerasenos. Ali Ele se depara com um homem possuído de demônios e segue-se a libertação do homem e a total reconstituição dele à sociedade. O texto diz que ele se encontrava agora vestido e em perfeito juízo. Mas algo parece intrigante nesse texto, perceba. Mesmo depois de verem aquele conhecido homem que vivia nas sepulturas, nu e possuído, agora limpo, são e vestido, pediram a Jesus que se afastasse daquelas terras, que fosse embora. O que Jesus prontamente atendeu. Porque essas pessoas não tiveram interesse em saber o que houve com o homem, como ele foi limpo e curado? Porque essa estranha atitude de praticamente banir Jesus de suas terras?
Os estudiosos dizem que a quantidade de porcos naquela grande manada de porcosnão havia menos que varias centenas, senão milhares de porcos. Quando eles se precipitaram no penhasco e caindo no mar morreram afogados, estava também causando um prejuízo imenso àqueles homens. Eles ficaram sabendo, pois o texto diz que aqueles que apascentavam os porcos foram contar na cidade o ocorrido. É aqui que entra a limitação humana em enxergar o bem que Deus faz quando isso implica em custo pessoal. Isso, e não a destruição dos porcos é a parte lamentável desse episódio. Para eles, Jesus era alguém que estava dando prejuízo.
Não é raro encontrar muitas pessoas que não querem Jesus por perto porque isso implica em perdas, sociais, pessoais e mesmo financeiras. Ter Jesus por perto implica em mudança, renúncia e comprometimento. Essas atitudes, regadas pelos valores do Reino serão sempre as marcas de um cristianismo autêntico. Esses homens, assim como tantos hoje, procuraram preservar suas posses e assim desprezaram a sua própria salvação e entregaram voluntariamente sua eternidade à perdição.
Quando Jesus está por perto, sabemos as coisas em nossas vidas tomam um direção distinta daquela que nossa limitada humanidade preconiza. Mas isso somente acontece quando O assumimos como Senhor, como Salvador, como libertador de nossas incapacidades e muitas limitações. Talvez seu caso nem se assemelhe ao desse homem conhecidamente possesso, mas quem sabe observando de perto pode se assemelhar à atitude desses homens, criadores de porcos. Quantas vezes em sua vida já se viu tentado ou mesmo cedeu à tentação de manter Jesus afastado de seu dia a dia porque entendeu que isso, de alguma, estava trazendo algum tipo de prejuízo para sua vida?
Não se espante se nessa reflexão você chegar a essa conclusão, você não está só nessa situação, essa experiência é comum a boa parte dos cristãos em todo mundo que por algum motivo se afastam de Jesus quando isso afeta a sua conveniência. Mas saiba que Ele estará sempre pronto a lhe abraçar de volta quando sua atitude mudar e a aproximação dele passe a ser o desejo de seu coração a qualquer custo. Creio que a pergunta que pode e deve ser feita hoje, baseando-se no texto do evangelho é com quem desejo me parecer nessa história, qual é meu desejo? e aqui apenas duas posturas estão em jogo. Uma, a daquele pobre homem, dominado pelas forças do mal, escravo do diabo, enfermo da alma e que vagava perdido sem direção, e simbolicamente “vivendo” no meio dos mortos  ou a outra, a dessas pessoas que vieram a Jesus para solicitar dEle, que se retirasse de suas terras, daquela região. Sua presença ali representava abrir mão de suas vantagens pessoais.
Onde há um cristão, a probabilidade de haver esses sentimentos é algo razoavelmente grande. Por isso, atentos a isso vigiemos pois existe um mundo que nos observa e um Deus que demanda de nós comprometimento com a Sua Palavra e com as Suas Palavras para nossas vidas.
O apóstolo em sua carta aos coríntios continua ministrando sobre a importância dos relacionamentos amorosos, sobre a vida matrimonial, o comportamento do casal. A vida matrimonial e familiar é a maior preciosidade que alguém pode ter nessa vida, e por ai que se inicia toda a sequência da benção na vida de alguém e mesmo da sociedade. A família sendo destruída causa uma ferida que não cicatriza na sociedade. De onde vem toda a direção que uma sociedade toma? Eu respondo, vem dos lares, dos relacionamentos matrimoniais e familiares saudáveis que geram pessoas saudáveis, gente amorosa, humilde, sincera que transforma onde quer que chegue.
Aqui fica a reflexão para hoje, com quem desejo me assemelhar? O homem que viu perdas e que solicitou de Jesus que se afastasse dele, decidiu seguir por sua própria conta e com certeza, nessa atitude comprometeu sua vida com o fracasso em se alinhar com o propósito de Deus. O homem sofrido, necessitado, sem ajuda de ninguém, que vivia escondido nos cemitérios foi alvo da graça irresistível de Jesus Cristo e assim foi limpo, renovado, liberto. Seja na vida social, profissional e, como vimos aqui, na vida matrimonial, se estamos sem Jesus, afastados dEle, nada poderemos fazer com êxito e nossa existência corre riscos de um futuro eterno longe de Deus. Maior inferno que alguém pode imaginar.
Minha Oração
Senhor, por favor me ajude a enxergar as coisas pelo ângulo correto e ver as minhas necessidades, colocando-as diante de Ti. Que eu jamais me satisfaça em te ver de longe por que isso signifique custo pra minha vida. Me ajude a ser limpo, liberto e curado, me tira do meio dos mortos e me dê a vida verdadeira. Em nome de Jesus, amém

 

 

 
Leia Mais

6a Feira 17o Dia de Escuta

Acorda Jesus!!

Mc 4:35-41;1 Co7:1-9
Clamar por socorro pode ser uma de nossas mais corajosas atitudes
M. Andrade

 

Quando conheci pela 1ª vez o grande lago conhecido comumente como “Mar” da Galileia, lago de Genesaré ou ainda como é chamado na forma hebraica “Kneret”, por ter a forma de uma harpa, fiquei me perguntando onde num lugar assim, tão calmo e de águas tão tranquilas poderia haver uma tempestade ao ponto de ameaçar a segurança de uma embarcação ainda que pequena como era o modelo dos barcos da época de Jesus? Eu estudava Engenharia de Pesca e estava em Israel fazendo um trabalho voluntário e estagiando em uma estação produtora de peixes. Em uma ocasião, visitando um centro de pesquisas nesta região do “Mar” da Galileia, fiquei sabendo que em certas ocasiões sopram fortes ventos e as águas podem sim ficar bem ameaçadoras, especialmente para pequenas embarcações.
O evangelho não está dizendo nada fora da realidade e nem sempre uma visita rápida e superficial a uma localidade deve nos levar a tirar conclusões precipitadas. Os discípulos e Jesus estavam em um barco que de fato corria perigo e eles ficaram temerosos que aquilo significasse o fim de suas vidas se surpreendendo com a tranquilidade de Jesus, dormindo em meio àquele tumultuo generalizado. A atitude deles de acordarem Jesus não foi diferente da atitude que nós teríamos em uma situação semelhante. Falo pelo menos por mim, para não incorrer no erro de julgar o seu coração.
Certa vez estava pregando nesse texto e insisti que em muitas situações nós precisamos sim, acordar Jesus e clamar por socorro.. muitas vezes precisamos sim dizer Jesus, Tu não estás vendo o que vivo? Ajuda-me Senhor!!! Alguém me procurou após a mensagem pra dizer que os discípulos foram fracos ao tomarem a decisão de acordar Jesus e me indagou porque eu motivei as pessoas a fazerem o mesmo? Ora respondi, porque Jesus conhecendo o nosso coração sabe de nossas limitações e quando Ele nos diz para pedir, clamar, orar, buscar e até insistir, dando o exemplo do Juiz que atendeu por insistência, não me resta outra opção senão seguir seu conselho. Claro que Jesus estava aproveitando a oportunidade para ensinar sobre fé aos seus discípulos e claro que eu e você aprendemos com essas situações da vida quando nosso barco parece estar indo a pique e o Senhor dos mares simplesmente, em uma ação sobrenatural nos surpreende com seu poder, que nos leva a exclamar de forma semelhante aos discípulos Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”  quem é esse que domina sobre todas as coisas?
A resposta a essa nossa indagação vem sendo respondida a mais de dois mil anos de maneira impressionante, esse é aquele que dividiu a história em duas partes distintas, antes e depois de Sua existência, no entanto, mais relevante ainda, é aquele que dividiu as nossas vidas também em duas diferentes partes, a saber, antes e depois de conhecê-lo pessoalmente.
Quando o apóstolo Paulo escrevendo aos coríntios ministra aos seus corações sobre a dinâmica dos relacionamentos amorosos, ele está tocando em uma das áreas mais difíceis da existência humana. Não é a toa que a Bíblia e o próprio Jesus compara a Igreja com uma noiva e Jesus como noivo. Isso dá uma dimensão de profundidade ao relacionamento amoroso e sexual do ser humano, especialmente dos cristãos. Essa relação é a mais profunda relação que pode existir entre os seres humanos, notadamente entre um homem e uma mulher. Aquele que acalma até os mares, pode também fazer com que nós em todas as nossas limitações possamos desenvolver relações humanas e casamentos que sejam exemplo de benção, gerem vida e promovam uma sociedade mais harmoniosa e fraterna.
Talvez você esteja vivendo hoje um grande desafio em sua vida, talvez o mar de sua existência esteja revolto e o seu barco esteja sendo sacudido de um lado para o outro. Creio que dificilmente um leitor hoje não esteja vivendo algum tipo de desafio, seja na vida familiar, afetiva, emocional, profissional, ministerial ou de qualquer outro tipo. Se esse for o seu caso, não se intimide de correr para Jesus e dizer em alta voz: Jesus acorda! Não se intimide, não se ache menor por isso porque são estes menores que o Senhor amou e disse que mesmo os conhecendo os amou até o fim. Deixe para os fariseus a tarefa de dizer e pensar que podem por si mesmo e por suas forças e leis resolverem seus problemas, A casa não vai bem, o relacionamento com a esposa ou marido não vai bem, seus filhos não estão seguindo o caminho que seja do Senhor?  Grite bem forte: Acorda Jesus, meu barco está prestes a afundar!!!
Tenho certeza que haverá mais alívio em seu coração quando Ele se aproximar e perguntar onde está a sua fé? E você responder com convicção: Crescendo Senhor, crescendo, mas preciso de Tua ajuda sempre.

Minha Oração

Senhor, nem sempre consigo passar pelas tempestades sem clamar pelo teu nome, na realidade meu Deus, já me conheço o suficiente e mais ainda conheço a Ti, para entender que sem Ti nada eu posso fazer, por isso, sei que me entendes quando eu clamo e digo, por favor Jesus acorde e me socorra!

 

 

 

Leia Mais