+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

Uma nova data em minha vida

Datas são coisas muito significativas, estes dias especiais que gravamos em nossa memória muito bem guardados. Celebramos estes dias especiais porque ele nos trazem de volta momentos inesquecíveis. Existem também outras datas que da mesma forma foram significativas, mas que nos lembram perdas, especialmente as familiares. Eu particularmente não costumo valorizar a data em si, mas o ocorrido, pois isso é o que de fato celebramos ou guardamos com respeito.

Todos gostam de lembrar um aniversário, celebrar uma formatura, o casamento, namoro e até já está se celebrando o mêsversário na juventude quando se trata de namoros!! Talvez porque eles queiram celebrar algo e esses sim tem durado tão pouco em nosso contexto!
Eu não posso deixar de me lembrar da data de meu casamento que se deu em outra data memorável que foi o aniversário da reforma protestante do século XVI. Tenho certeza que minha esposa não gostaria de inverter as ordens nesse caso pois a nosso casamento foi de fato uma grande reforma de nossas vidas.
Hoje são 25 de Fevereirode 2011 o dia em que a médica entrou no meu quarto 01 do hospital charles miller para dizer que minha médula óssea tinha sido ativada, ela pegou Sr. Miguel, aqui o senhor “nasce de novo”.
Assim, o registro de tudo que se refere a minha vida “clínica” vamos por assim dizer, não existe mais. Aqui recomeçamos a lhe imunizar de todas as vacinas desde a sua 1a infância até a mais recente feita por conta de uma viagem a um país africano em 2008.
Então, sai pensando aqui com meus botões, aqui se foi aquela sacrifício para me imunizar da varíola, da tuberculose com àquele teste chato e de meu sacrifício em correr pelo pátio da Escola Experimental Governador Barbosa Lima quando chegaram aqueles homens equipados com a imensa pistola que nos vacinaria de algo que nem me lembro mais, porém me lembro da interminável fila que fiquei ainda criança exposto ao sol quente de Pernambuco no Aeroporto dos Guararapes quando diziam estar nos vacinando contra meningite bacteriana, devido ao surto que vivemos em nossa região.
Mas ficou também para traz aquele dia nefasto, quando um cachorro rabugento coitado cheirou minha mão, que chêro equivocado aquele, pois meu pai bem em frente de mim assistiu a tal cena e esse “namoro” teve conseqüências, foram, se não me falha a memória 8 visitas ao médico no antigo Pronto Socorro de Recife, onde ali recebi aquelas dolorosas injeções de óleo. Nem me pergunte de que tipo, pois só me recordo da dor causada pelas mesmas.
Tudo isso para dizer que o tratamento que me submeto aqui em São Paulo ao uma enfermidade chamada de Mieloma Multiplo, está na sua fase final e em cada passo temos visto a mão de Deus agindo poderosamente e as orações de Seu Povo sendo a base apoiadora de tudo. Deus sabe o quanto sou grato a cada pessoa que tem intercedido por mim. Estas orações tem subido ao Seu maravilhoso trono, desde as mais tradicional igreja, passando por círculos de orações da igreja de Roma, pelas assembléias de Deus,pelas igrejas batistas, congregacionais, presbiterianas, episcopais.metodistas, anglicanas, pentecostais, adventistas… Desde as catedrais, às igrejas medianas, desde as comunidades mais abastadas, às mais simples, desde os bispos e arcebispos até aquele mais simples evangelista, pastor de uma pequena vila do interior da Paraíba… Desde pessoas que literalmente me viram nascer, aos que me viram nascer de novo em Cristo, desde aqueles que me conhecem muito bem àqueles que nunca me viram, ou sequer estiveram comigo pessoalmente…
Isso porque são estas as pessoas que formam essa colcha de retalhos chamada de A Igreja de Jesus Cristo
De nós a gratidão a todos vocês, a Ele toda a Glória
São Paulo, 25 de Fevereiro de 2011

Miguel Uchoa

.

Leia Mais

Uma visita impagável

Uma visita impagável

Enquanto escrevo estas linhas, estou conectado via um cateter a duas bolsas de soro que as consumo de uma só vez em cerca de uma hora e meia . A TV aqui do quarto exibe o caldeirão do Huck, e nele uma história comovente de uma família onde a mãe e a filhinha vivem no Brasil e o pai vive e trabalha no Japão, ele não vê a filha desde que ela tinha três meses, estando agora com três anos. E, a criança, disse uma frase que me deixou engolindo seco ” eu abraço meu pai abraçando o computador…” gente, computador não tem sentimentos, cheiro de gente, muito menos de filho…por mais tecnologia que tenhamos, nada substitui a pele de um filho (a) e o toque sutil na nossa, teclado não chora, tela não tem cheiro…
Estamos aqui em São Paulo faz quase 40 dias e temos cerca de mais 40 adiante. Eu tenho viajado o mundo por força de meu trabalho, passo dias e até semanas, mas aqui é diferente tenho uma rotina que por mais que eu use o tempo, leia, escreva etc. Há sempre tempo a ser preenchido e ai vem vem tv, vem Globo vem até novela P Araguaia, tititi e outras coisas mais… Falo com meus filhos no sitos, Facebook, telefone, mas nada substitui a presença.
Depois destes quase quarenta dias, nossa alegria está completa, nossos filhos estão conosco para o fim de semana.
O valor dessa visita é impagável, somos gratos àqueles que colaboraram para que esse momento pudesse acontecer. Com isso aproveito para perguntar a você meu querido(a) …você já disse a seus filhos hoje uma palavra de amor? Já os abraçou sentindo seu corpo pulsar e seu cheiro único penetrar nas suas narinas e lhe dar aquele prazer impagável? Já orou, agradecendo por eles e intercedendo por suas vidas? Se não fez , faça isso hoje… O valor desses gestos é simplesmente impagável. Além de serem parte do grande propósito de Deus

Miguel Uchoa
Pai e pastor

Leia Mais

2011 começando o ano na expectativa de um novo começo

Pode parecer estranho, mas de fato este ano de 2011 guarda para mim a expectativa de um novo começo, começo esse que começa aqui na minha condição física e clínica. Enquanto escrevo estas linhas, estou me submetendo a uma quimioterapia como parte de um transplante de medula óssea, que destruirá essa medula por completo e todas as células contaminadas pelo mieloma múltiplo , doença que estou acometido. Com isso,minha vida, fisiologicamente e clinicamente falando será totalmente apagada e eu vou “nascer de novo” toda minha história imunológica será apagada e precisarei ser submetido a todas as vacinas que tomamos durante toda a vida. Já pensou esse marmanjo aqui tomando o Zé gotinha?
De fato tudo isso está e estará acontecendo, mas quando falo da expectativa de um novo começo, me refiro para onde toda essa realidade vivida por mim nos últimos meses está me levando. Ora desde o dia em que recebi o diagnóstico desta enfermidade uma avalanche de revisões existenciais tomaram conta de mim. A maneira que encaro a vida hoje, eu diria, é bem diferente de como a encarava antes de junho de 2010!
Quando alguém me disse que ” a vida é como uma vela que está acesa na janela” e vivendo exatamente aquilo, entendi a fragilidade da existência humana e passei a dispensa de minha mente e pratica, na realidade procurei esvaziar de minha mente o acúmulo de futilidades, a valorização do que de fato não possui e nem agrega valor a vida, que valha o sacrifício que é feito pelas pessoas para obtê-los.
Mas o meu novo começo vai se estendendo àquilo que faço e deixo de fazer nas demais áreas de minha existência, sou um pai de família e isso tem implicações na maneira que vivo hoje e pretendo viver minha relação com eles, sou pastor de uma comunidade cristã e a cada dia vejo mais a comunidade na perspectiva de uma família do que Da instituição a que ela esta filiada!
Mas você vai dizer que isso parece algo óbvio, mas há uma distância em compreender isso e passar a viver isso!
Sou um marido, casado há quase 24 anos e percebo meu casamento sobre outra perspectiva, sobre outra compreensão, mas sempre amei minha esposa?! Porém a enxergo hoje de uma maneira diferente… Se sua ficha não caiu um dia, você jamais vai entender o que eu estou dizendo… A vida tem muito mais para se viver do que relacionamentos formais, institucionais, de interesse ou. Outras coisas mais.
A vida como uma vela na janela mostra a sua fragilidade, como afirma o apóstolo Tiago, é como nuvem na que ali está e logo desaparece….
Um novo começo, entende a vida como algo precioso demais para ser vivido sem propósito ou com propósitos que não agreguem valor à mesma

Leia Mais