+55 81 30932991 contato@migueluchoa.com

A Corrupção não tem Partido, Religião, nem Misericórdia

O que oprime ao pobre insulta ao seu Criador; mas honra-o aquele que se compadece do necessitado. Pv 14:31
A alma humana não é algo simples de se compreender. A lógica, o óbvio nem sempre estão associados à direção que nosso ser interior toma. A bíblia nos admoesta: Quem guarda o mandamento guarda a sua alma; mas aquele que não faz caso dos seus caminhos morrerá.Pv 19:16
A contradição de uma criatura, criada à imagem e semelhança de um ser cheio de amor e misericórdia, mostra o quanto ela está dissociada de seu “projeto original”. Fomos criados para viver como seres sociais, o isolamento não é, absolutamente, a nossa principal característica.
Paulo nos exorta: Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas. Ef 2:10
Fomos criados por Deus para servir, o grande mandamento nos lembra que o amor ao próximo deve ser na mesma dimensão e intensidade do amor que temos a nós mesmos. Mt 22:39. Lamentavelmente a sociedade humana não caminha assim.
O Brasil tem assistido com tristeza o quanto a lei da vantagem é uma prática maligna. A corrupção não tem bandeira, ela está impregnada na mente pervertida. O maior programa social do governo brasileiro, ampliado de outras gestões, e que potencialmente pode alcançar o miserável, é hoje alvo da lei da vantagem.
Pessoas bem de vida, boas moradias, carro na garagem, salário no bolso… e um cartão do bolsa família na carteira para sacar alguns reais por mês, roubados de alguém que vive na miséria, dorme no chão, que não tem um caderno para estudar ou gás para cozinhar seu feijãozinho.
O que leva alguém a conseguir dormir em paz, mesmo com este peso que deveria incomodar suas consciências? A adormecer sabendo que está roubando o miserável, retirando da boca de quem nada tem , motivado pelo levar vantagem?
Assistimos hoje um outro capítulo de uma antiga novela, a corrupção chegou em quem mais a combateu e em quem mais hasteou a bandeira da integridade e da ética. Agora são milhões de reais, são malas que circulam para lá e para cá… parlamentares envolvidos, propina mensal, ajuda de custo… Dói assistir a tudo que estamos vendo no Senado Federal a casa que foi criada para ser o equilíbrio do parlamento e moderar a câmara dos deputados. Dói ver o presidente, eleito pelo seu discurso de ética, honestidade e austeridade lutar para que a família Sarney saia ilesa desse poço de perdição que se envolve desde os mais remotos tempos nas terras Maranhenses e, posteriormente, no Planalto Central. Os recursos que são direcionados para um pequeno grupo de privilegiados, os são, enquanto deveriam estar indo encontrar aquela família miserável que se esconde em algo que alguém ousa chamar de casa, que divide uma panela de feijão feito na água e no sal com dezenas de membros daquela choupana .
Esses são os recursos que auxiliariam a retirar as crianças das ruas, a dar dignidade a desempregados, a cumprir o papel social de uma nação que em seu hino afirma ser um gigante, que esta entre as 10 principais economias do planeta, mas que perde somente para a Botwsuana como a nação que pior distribui a sua renda
Jesus diagnosticou isso assim: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mt 15:8. A igreja está aqui para anunciar o evangelho, e denunciar estes atos desumanos , ela está aqui para ser agente de transformação na sociedade porque a corrupção, esta não tem partido, nem religião, nem misericordia
Leia Mais

Eu não posso rir com as chacotas do Romário

É interessante observar como em nosso pais tudo tem a tendência a virar pizza, a ser alvo de risadas, chacotas, assunto de programas humorísticos, discussão de mesa de bar e por aí vai. Mas o que deve nos incomodar, é que, em se excetuando o DNA humorístico do brasileiro, existem coisas que com elas não se brincam.
Os ídolos cometem os delitos, mas são vistos como heróis, usam drogas, são flagrados envolvidos com escândalos sexuais, abusam de pessoas, saem com travestis… mas tudo isso é relativo, afinal de contas eles fazem a alegria de uma nação inteira quando seus pés , suas cabeças e seus dribles levantam as multidões que lotam os estádios, suas vozes que enchem os auditórios e suas performances que dão os altos índices de audiência e manipulam a nação em suas novelas que, em sua maioria, distribuem contra valores como semente de uma futura geração alienada e de uma atualidade de pessoas acríticas que vão se moldando aos contra valores.
Agora é a vez do baixinho, como é chamado por tantos.. o Romário, ídolo nacional pelos seus grandes feitos,( se é que pode se considerar grande feito ajudar a trazer uma taça de campeão mundial de futebol enquanto o pais é campeão mundial de tantas outras tragédias). Assisto ao Tele Jornal e ali vejo o ídolo ser alvo de brincadeiras e os apresentadores colaborando para que o CRIME do não pagamento da pensão alimentícia de seus filhos seja visto por todos como uma brincadeira. Se permitem envolver pelas chacotas que o próprio ídolo faz. Tudo parece nada, e o endeusado, faz pouco da lei, da ordem e da decência.
É indiscutível que Romário foi um craque do futebol, uma astro, alguém dotado em seu talento. Isso ninguém pode negar. Faz algum tempo, quando perguntado quem é Romário? Ele respondeu de pronto.. eu sou Deus! Não Romário não é Deus.. Deus em Jesus Cristo disse e fez outra coisa… deixai vir a mim as criancinhas porque delas é o Reino dos Céus Lc 18:15. Não , não dá pra rir com as chacotas do Romário
Leia Mais

A História é feita com aqueles que ousam e quebram paradigmas

Recebi com alegria, como sempre, o exemplar da revista ultimato, era o número 318 Maio-Junho 2009. A capa anunciava um artigo “ Rick Warren, uma leitura Crítica” fui direto ao artigo e imaginando ler um artigo, que mesmo crítico, nos trouxesse algo de enriquecedor, me deparo com um texto tão pobre quanto talvez seja o seu propósito.
Não posso me deter aqui nos detalhes de tantas incoerências e acusações, não haveria espaço físico para isso. Mas me deixa triste ver um artigo desse tipo exposto nas páginas de uma revista de tanto prestígio como a Ultimato. O artigo, em minha opinião chega a ser caluniador em muitos de seus pontos. Comparar o ministério do Pr Rick Warren com a teologia da prosperidade, dizer que ele prega uma igreja homogênea, que sugere que cada igreja escolha um estrato da sociedade.. e outras coisas mais, é no mínimo desonesto, para não dizer maligno.
Eu posso citar aqui inúmeras frases e textos do Pr Rick Warren que desmentem tudo que o autor afirma. E, posso retirar desse artigo outra quantidade de citações do autor, que são trazidas à luz fora do contexto e com o nítido objetivo de encher o texto de conhecimento, que se pode adquirir clicando no google ou pesquisando rapidamente na Wikepedia.
Lamento Irmão Ricardo Quadros Gouvêa, seu texto não é um exercício, é a prática da calúnia e, muito menos, é apenas uma leitura crítica, é sim uma difamação nítida de alguém, que de longe não pode se defender.
Apenas citando uma das frases do Ricardo Quadros Gouvêa : “ Uma igreja não pode ter o crescimento como finalidade, pois existe para outro propósito: Proclamar o evangelho da graça salvadora, por meio do testemunho de palavras e de obras de amor e, dessa forma praticar a verdadeira e genuína adoração”
Eu apenas gostaria de compreender que, se, essa proclamação for bem feita, estratégica, com propósitos, definindo como alvo os perdidos… será natural que a igreja cresça..proclame bem, faça a obra correta e o crescimento é inevitável… a igreja existe para crescer, pois o seu crescimento significará que a proclamação está sendo bem feita.
O futuro nos mostrará que o Irmão Ricardo Quadros Gouvêa está equivocado, não simplesmente na “ analise” que eu chamaria de julgamento , pois um veredicto foi dado, do Pr Rick Warren. Esse homem, entendo eu, é falho e sua estratégia fragilizada pela humanidade decaída. Mas até que se prove o contrário, tem contribuído para a o avanço do Reino bem mais do que seus algozes.
Os anos passarão e, lá na frente, o nome do Pr Rick Warren será lembrado na galeria dos heróis da fé, ele estará junto com John Wesley, com Calvino, Lutero e tantos outros, os livros citarão esse homem que , com uma estratégia simples tem revolucionado a missão da igreja e tem gerado uma inquietação nas hostes tradicionais da eclesiologia retrógrada, atrasada, cega para os perdidos e atenta apenas para suas idiossincrasias.
Os anos passarão e a história do desempenho dos pulpitos deixará para traz os arcaicos e enjaulados 3 pontos de um esboço que informa, não forma e tampouco transforma as vidas que desatentas seguem para o inferno, sem ouvir na sua linguagem a proclamação do evangelho.
Quando os anos passarem, talvez eu e o Ricardo Quadros Gouvea seremos apenas nomes esquecidos pela maioria das pessoas, provavelmente não sobreviveremos à nossa geração. Todos os títulos, cursos, estudos, honrarias e posições que conseguirmos, e isso, em si, não é mal, estarão bem enterradas conosco, mas o nome do Pr Rick Warren, será ainda lembrado, talvez séculos após a sua morte. Simplesmmente porque a história Ricardo, é feita com aqueles que ousam e quebram paradigmas.
Leia Mais

Estamos do lado da Rainha

Segundo o tabloide Daily Telegraph, a Rainha Elizabeth II manifestou seu apoio à ala conservadora da Igreja Anglicana no Reino Unido, que condena a homossexualidade.O bispo Nazir-Ali, da Comunhão Anglicana, disse recentemente que gays têm de se arrepender e mudar seu comportamento. Segundo o jornal, a Rainha teria enviado duas cartas apoiando esta postura e afirmando que é contra as relações entre pessoas do mesmo sexo e também a ordenação de pastores gays.Para Peter Tatchell, ativista dos direitos homossexuais no Reino Unido, a Rainha cometeu um “sério erro de julgamento”. “Ela insultou o povo LGBT e falhou ao se enrolar em uma questão política e religiosa controversa. É bastante alarmante ver que a rainha endossa um grupo homofóbico. Ela está tomando partido contra a e qualidade gay“, afirmou. A Igreja Anglicana teve sua primeira divisão quando o bispo Gene Robinson se assumiu homossexual, criando assim uma ala liberal que, por sua vez, enfrenta até hoje conflitos com a parte conservadora da Comunhão Anglicana.
A cada dia fica mais claro que a igreja anglicana abriga hoje pelo menos duas igrejas distintas dentro de um guarda chuva que está se despedaçando. Ser anglicano, não é mais estar apenas em comunhão com a Sé de Cantuária e sim com os fundamentos da fé apostólica que fez nascer a igreja de jesus Cristo e também a Igreja nas ilhas Britânicas, que deu origem ao que hoje se chama de Anglicanismo.
Nem todos os anglicanos são iguais assim como nem todos os Prebisterianos o são, nem mesmo os Batistas, Congregacionais , Luteranos, Metodistas etc… o liberalismo é hoje uma realidade dentro de praticamente todas as denominações cristãs históricas, e assim será porque o Joio e o trigo estarão juntos até que venha o Senhor da sega .
Nós da PAES, temos afirmado a ortodoxia da doutrina evangélica, mas sem jamais incentivar a homofobia ou atitudes de desprezo, ódio, preconceito com nenhum tipo de pessoa. Entendemos que somos todos amados por Deus, mas que nem todos respondem a esse amor e assim, vivem suas vidas no pecado, no afastamento do propósito de Deus para suas vidas.

Não somos ativistas anti homossexuais, somos ativistas pela vida e vida em abundância ( JO 10:10) não temos o combate ao movimento Gay como parte de nossa agenda, mas temos o combate ao pecado em todas as suas manifestações.

Mas se nos pedirem uma posição, estamos do lado da Rainha
Leia Mais

Uma Igreja sem propósitos?

A Igreja de Jesus Cristo, que em concordância com a maioria da cristandade nasceu no dia de pentecostes, com o espalhar de cristãos, cheios do Espírito pelos 4 cantos do mundo, sempre foi dirigida com propósitos. Se observarmos as 1as comunidades cristãs, a igreja de Atos, vamos ver que ela adorava no templo, partilhava da comunhão íntima, servia aos necessitados e caia na graça do povo, e como consequência de tamanha objetividade e clareza de seus propósitos, o Senhor ia acrescentando aqueles que iam sendo salvos… ou seja, evangelismo era uma consequência natural do ser da igreja ( At 2:42-46)
Procuro essa igreja nos dias de hoje e fico desejoso de encontrá-la, mas o esforço é hérculeo e os resultados nem sempre me satisfazem. O que encontro é um aglomerado de gente com o que John Ortberg chamou de “ agendas ocultas” , projetos pessoais desejos incontidos de fama e aparente sucesso.
Vejo isso nas igrejas pequenas, médias, grandes, megas … vejo isso nas igrejas históricas, pentecostais, neo pentecostais.. João Alexandre em uma de suas inspiradas canções diz que existem aqueles que “ tem orgulho de ser a igreja da história” .. e eu aqui comigo penso.. Grande coisa, de que adianta ser a igreja da história e não ser capaz escrever uma página sequer da recente e atual história da igreja.
São das igrejas históricas que vem os terríveis pecados contra a Palavra de Deus, é delas que surge o liberalismo teológico a descrença naquilo que o credo nos chama a crer
(básico da fé) , o relativismo como base e as práticas pecaminosas como regra e aceitas como sugestão de iluminismo que nós, que somos tachados de conservadores, não acompanhamos.
É delas que vem a posição anti bíblica da aceitação do homossexualismo como prática abençoada por Deus, é delas que saem as eleições de líderes, bispos, clérigos homossexuais, pedófilos e com outras práticas estranhas à Bíblia Sagrada.
São das igrejas mais recentes e em sua maioria pós pentecostais que vem os terríveis pecados da soberba, dos líderes déspotas, dominadores, dos impérios pessoais soerguidos com os recursos de tanta gente simples, que dá de tudo para ser suprido daquilo que o estado se omite prover.
São das igrejas protestantes tradicionais que sai o pecado da omissão , de uma fé desengajada, de um tradicionalismo mórbido e do incomodo que tantos sentem de ter “ muito movimento na igreja, muita gente nova” que talvez ameaçe o seus clãs generacionais
Por outro lado consigo enxergar que, dentro de todos estes grupos surgem fagulhas vivas de esperança, igrejas mega igrejas , pequenas e de todo tipo, históricas, pentecostais, neo pentecostais.. que, tem como propósito , levar a igreja a chegar o mais próximo possível do livro de Atos, sem conservar os cacuetes da história, os arremedos dos ideais e personalismos. Vejo nessas igrejas hoje, espalhadas pelos 4 cantos do mundo um motivo que com certeza faz Deus sorrir…
Mas a velha igreja, a igreja dos reformadores precisa ser reformada, a nova igreja, a igreja dos “ Inovadores” precisa ser inovada e a igreja verdadeira independente de sua cor denominacional, eclesiologia, prática e usos e costumes.. essa precisa ser apoiada e incentivada dentro de todas as demais… caso contrário, terminaremos mesmo sendo uma igreja sem propósitos…
Leia Mais

Você quer vencer esses pecados?

Algum tempo atrás essa palavra, PECADO, infligia um temor a todos. Tinha um efeito emocional muito forte. Era algo que as pessoas tentavam de qualquer maneira evitar, algo terrível e perigoso. Agora, parece que ela deixou de ser aquele rottweiler para ser um poodle. O Pecado foi domesticado. A palavra, quando mencionada hoje vem com uma dose pesada de ironia.

Descever algo como um pecado traz a ideia de que achamos que aquilo não convém, mas é bom, com o espírito de quem diz: “ Eu sei que não deveria fazer isso, mas é divertido e tenho certeza de que não vai prejudicar ninguém” ( adaptado do livro os 7 pecados capitais de Graham Tomlin)
Será que é assim mesmo? Será que esse sentimento de hoje reflete de fato o que o pecado pode trazer para as nossas vidas? O conceito de pecado como algo que se faz, um ato, uma atitude, pode ser perigoso. O pecado é um estado do ser, uma embriaguez do espírito com todas as coisas que nos afastam da vontade de Deus. Por isso posso afirmar assim: TUDO que nos afasta do propósito de Deus pode ser um pecado em nossas vidas.
S. Tomaz de Aquino e outros grandes teólogos e pais da igreja listaram 7 pecados que ficaram conhecidos como os 7 pecados capitais. E eles são: ira, inveja,gula,luxúria,avareza,preguiça e soberba.
Nas próximas 7 semanas a PAES estará ministrando uma nova série chamada “Vencendo 7 Gigantes” onde vamos ver como superar esses gigantes que nos tiram a paz. Não perca e traga seus amigos e parentes para ouvirem de Deus sobre isso.
Leia Mais